PODE ESTÁ SURGINDO A ASSOCIAÇÃO DOS CLUBES AMERICANOS

AssociaçãoAmerican Club Association serviria para defender interesses dos clubes americanos

Pode estar mais próximo de ocorrer, em um futuro próximo, a criação de uma entidade que defenda o interesse de todas as equipes de futebol da América, a exemplo do que existe na Europa. Os principais times do Brasil e do continente conversam sobre a criação da American Club Association (Associação dos Clubes Americanos), que funcionaria como uma espécie de “Clube dos 13” do continente, mas envolvendo todas as grandes agremiações do continente americano.

O ESPN.com.br teve acesso a detalhes do projeto, ainda mebrionário, idealizado por José Carlos Peres, CEO do G4 – que cuida dos interesses em comum dos quatro grandes paulistas – e autor, por exemplo, do dossiê que ajudou na unificação dos títulos nacionais. Sete times do Brasil já devolveram assinado o termo de adesão, enquanto outros de Argentina, Chile, Estados Unidos, México e Uruguai toparam participar e se empolgaram com a iniciativa.

Para conseguir deixar de ser apenas uma ideia, primeiramente os grandes clubes de São Paulo vão discutir um Código de Ética que, ao ser aprovado pelos quatro, seráposteriormente distribuídos às outras oito agremiações consideradas como principais do Brasil. Corinthians, São Paulo, Santos e Palmeiras querem também estipular um teto salarial a ser cumprido por todos de fato e que será, posteriormente, apresentado aos demais.

Cinco encontros envolvendo presidentes de Flamengo, Fluminense, Corinthians, São Paulo, Santos, Botafogo, Vasco, Palmeiras, Grêmio, Internacional, Atlético-MG e Cruzeiro já ocorreram nas cidades de São Paulo (três vezes), Porto Alegre e Belo Horizonte. Houve até uma reunião internacional no CT Joaquim Grava, do Corinthians, no ano passado, quando Maradona e Romário marcaram presença.

As discussões, no momento, aguardam as criações das ACA’s nacionais. No Brasil, os 12 considerados grandes formariam o grupo dos fundadores, mas outras equipes das Séries A e B também serão convidadas para fazer parte do projeto, só devem antes ser aprovadas por um Conselho de Administração formado por um integrante de cada um dos fundadores. A princípio, a sede provisória da ACA Brasil será em São Paulo.

Ainda receberam o termo de adesão para participar da fundação da American Club Association times como Colo-Colo, Universidad de Chile e Universidad Católica (Chile); América, Cruz Azul, Chivas de Guadalajara e Monterrey (México) e DC United, LA Galaxy, Colorado Rapids, Chicago Fire e Houston Dynamo (Estados Unidos). Grande parte deles já acenou de forma positiva ao projeto.

As equipes foram definidas de acordo com pesquisas de torcida e histórico de títulos. Times de Paraguai, Venezuela, Colômbia e demais países entrariam como convidados, e não fundadores.

Modelo seria parecido ao do ECA – European Club Association

HumiRummenigge é o atual presidente da Associação dos Clubes Europeu (ECA)

O principal espelho para a criação de uma associação envolvendo os clubes da América é a ECA (em português, Associação dos Clubes Europeus), que defende os interesses dos times da Europa, atualmente com sede na Suíça. Os 16 fundadores são Real Madrid, Barcelona, Milan, Juventus, Lyon, Rangers, Manchester United, Chelsea, Bayern de Munique, Ajax, Porto, Olympiacos, Anderlecht, Dínamo Zagreb, Kopenhagem e Birkirkara (Malta).

O presidente da entidade é o ex-jogador e ídolo alemão Rummenigge, mandatário máximo de uma organização que possui atualmente 214 clubes, sendo 105 membros ordinários e 109 membros associados, dos quais ao menos um pertença auma das 53 federações filiadas à Uefa. A ECA foi fundada para substituir o G14 e o Fórum Europeu de Clubes, dissolvidos no início de 2008.

Os vices na presidência são Umberto Gandini, do Milan, enquanto Jiménez, do Real Madrid, e Evgeni Giner, do CSKA Moscou. Arsenal, Juventus, Barcelona, Porto, Lyon, Ajax, Anderlecht, Olympiacos, Sparta Praga, Celtic e Ekranas (Lituânia) formam o restante da diretoria executiva que comanda a Associação de Clubes da Europa nos dias de hoje. A entidade é a única atualmente que representa diretamente a voz dos times europeus.

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 16:15

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Editores

Sérgio Leandro

Formado em Administração de Empresas, Especialização em RH, Analista em Esportes.
 
Equipe formada por:
 
Enquetes

O desempenho do Brasil nas Olímpiadas Rio 2016 em relação a Londres 2012, 3 Ouros, 5 Pratas e 9 Bronzes vai ser:

  • Melhor (70%, 7 Votes)
  • Pior (20%, 2 Votes)
  • Igual (10%, 1 Votes)

Total Voters: 10

Carregando ... Carregando ...
Parceiros

Arquivos
Facebook Likes