A TRISTEZA DE UM AMANTE DO FUTEBOL

Tristeza

 

Amigos e Amigas!

Nesta terça-feira 08/07/2014 a seleção brasileira nos ofereceu como lembrança a maior derrota e o maior vexame do futebol brasileiro em toda a história repleta de grandes conquistas e de grandes ídolos.

Para os amantes e conhecedores do futebol uma derrota possível, porém jamais um vexame da maneira que aconteceu, com uma seleção apática, sem comando, sem esquema tático, desorganizada e para completar com uma lado emocional jamais visto em qualquer equipe de futebol ou esporte seja ele profissional ou amador.

É claro que sempre queremos vencer todas as competições que participamos, mas vencer a Copa das Confederações tem oferecido aos nossos técnicos da seleção e como são endeusados como grandes comandantes uma visão arcaica da evolução do futebol. Ao vencermos com a ideia de que foi contra tudo e contra todos se fecham numa redoma e se declaram os melhores e os únicos conhecedores do futebol.

Nosso ilustre treinador além de manter na equipe jogadores que não apresentavam no momento condições de serem convocados, manteve na estreia a mesma equipe vencedora da Copa das Confederações, uma decisão errada e sem visão de melhoria continua, planejamento de qualquer líder.

Venceu o primeiro jogo contra a Croácia por 3 X 1 ajudado pelo erro da arbitragem quando a partida estava 1 X 1, empatou a segunda partida contra o México em 0 x 0 e venceu a fraca seleção de Camarões por 4 X 1 em um jogo em que deveria fazer mudanças para fortalecer a equipe, pois dificilmente perderíamos a partida.

Passamos pelas oitavas de finais pelo Chile graças a trave que nos permitiu a cobrança dos pênaltis após o empate de 1 X 1 no tempo normal.

Nas quartas de finais vencemos pela tradição a Colômbia por 2 X 1, mas com capítulos dramáticos nos minutos finais e para completar perdemos nosso maior craque por lesão.

Chegamos as semifinais e como todo bom brasileiro acreditamos que poderíamos chegar com apoio da torcida e pela tradição de nossa camisa. Porém o adversário era nada mais que a Alemanha, uma grande seleção do cenário mundial com grandes jogadores e que busca seu tetra campeonato. Um vexame, uma derrota massacrante por 7 x 1 e o dia mais triste da história do futebol brasileiro.

Neste momento temos que aplaudir os alemãs que chegarão a final contra a Argentina ou Holanda  e a nossa copa que é considerada por todos os que aqui estão a maior Copa de todos os tempos. Ao acordar nesta quarta-feira a tristeza será eminente e o desejo de mudança grandioso.

Apesar de todo este sentimento, jamais esquecerei de ter assistido em loco 7 jogos e participado com toda emoção da maior festa do futebol mundial.

Sempre queremos vencer, mas saber reconhecer e aceitar a derrota são para poucos. Dá derrota surgi os grandes vencedores.

Postado às 00:03

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Editores

Sérgio Leandro

Formado em Administração de Empresas, Especialização em RH, Analista em Esportes.
 
Equipe formada por:
 
Enquetes

O desempenho do Brasil nas Olímpiadas Rio 2016 em relação a Londres 2012, 3 Ouros, 5 Pratas e 9 Bronzes vai ser:

  • Melhor (70%, 7 Votes)
  • Pior (20%, 2 Votes)
  • Igual (10%, 1 Votes)

Total Voters: 10

Carregando ... Carregando ...
Parceiros

Arquivos
Facebook Likes