ALÍVIO PARA DUPLA BRASILEIRA DE VÔLEI DE PRAIA APÓS CLASSIFICAÇÃO

UMA EXIBIÇÃO DE TIRAR O CHAPÉU DO HANDEBOL MASCULINO
11 de agosto de 2016
SIMONE BILES A GINASTA MAIS COMPLETA DA RIO 2016
11 de agosto de 2016

ALÍVIO PARA DUPLA BRASILEIRA DE VÔLEI DE PRAIA APÓS CLASSIFICAÇÃO

pedroPedro solta o grito durante vitória contra letões: classificação no sufoco (Foto: Agência Reuters)

O grito, engasgado até então, ecoou em tom de alívio. Se nas duas primeiras partidas jogar bem não foi o bastante, nesta quinta-feira manter os nervos sob controle foi fundamental para finalmente desencantar na Olimpíada. Justo no jogo mais difícil do grupo D, contra os letões Smedins e Samoilovs, Pedro Solberg e Evandro encontraram o equilíbrio necessário para seguirem vivos na competição. Por 2 sets a 1, com parciais de 21/16, 20/22 e 15/7, os brasileiros derrubaram os adversários e garantiram a classificação para as oitavas de final com o segundo lugar na chave.

Apesar de terem o mesmo número de pontos dos próprios letões e da dupla canadense Schalk e Saxton (quatro), os brasileiros levaram a melhor nos critérios de desempate por terem melhor saldo de pontos nos confrontos diretos.

– Adoraria que fosse com menos (emoção). Adoraria que a gente ganhasse de 2 a 0 rápido e fácil. Mas é assim: o jogo é duro mesmo, o jogo é difícil. O time da Letônia é um time muito forte e tiveram mérito ali no segundo set, buscaram o jogo. Acho que eles estavam nervosos também. Eles sabiam que precisavam pontuar, caso contrário estavam fora, então corriam esse risco. A gente já sabia que se ganhasse estava dentro. A matemática estava a nosso favor. Só precisava a gente ganhar – disse Pedro.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 20:04

Comentários

Comentários

Sérgio Leandro
Sérgio Leandro
Administrador de Empresas, especialista em Gestão de Recursos Humanos, Instrutor de cursos na área de Recursos Humanos e Departamento de Pessoal, atuando como Gerente de RH de uma Empresa de Médio Porte. Estudioso em futebol association e idealizador do Bolão Bola na Trave.