ANDERSON SILVA ENFRENTA PRIMEIRA AUDIÊNCIA PELO CASO DE DOPING

FERNANDA COLOMBO APROVEITA CARNAVAL CARIOCA
17 de fevereiro de 2015
CHELSEA ARRANCA PEQUENA VANTAGEM DO PSG
17 de fevereiro de 2015

ANDERSON SILVA ENFRENTA PRIMEIRA AUDIÊNCIA PELO CASO DE DOPING

andersonseriobsantos

Apenas 17 dias depois de vencer Nick Diaz, por pontos, em decisão unânime dos juízes, Anderson Silva voltará ao holofote, mas de uma maneira que a maioria dos fãs de MMA dificilmente imaginaria. Ele enfrentará a primeira audiência pelo caso de doping em que foi flagrado em um exame surpresa, realizado em 9 de janeiro. Foram encontrados dois tipos diferentes de anabolizantes em seu organismo.

Em reunião marcada para começar às 19h (de Brasília) na Comissão Atlética do Estado de Nevada, a expectativa é que ele apareça e seja ouvido pela primeira vez desde que o caso veio à tona – ele também pode apenas mandar representantes ou advogados, mas não seria nada bom para sua imagem ou até mesmo para uma possível pena se for considerado culpado.

Como o ex-campeão dos médios do UFC não divulgou nenhuma nota oficial, ou falou sobre o assunto até agora – nem mesmo para negar que fez uso do doping – existem muitas situações sem respostas, o que deixa essa audiência muito nebulosa.

– Nem Anderson e nem sua equipe não pediram, até agora, uma contraprova do teste que deu positivo. Ele tem até o começo de março para fazê-lo, mas é uma situação estranha essa demora. Em casos similares, quando não se pede o teste B, vem junto um discurso de assumir a culpa.

– Ele ainda pode falar que as substâncias estavam em seu corpo por conta de uma contaminação dos suplementos que usou durante sua preparação para enfrentar Nick Diaz. Mas isso não o eximiria de ser julgado culpado e pegar um gancho de até um ano.

Fonte: Uol Esportes – Postado às 12:17

Comentários

Comentários

Sérgio Leandro
Sérgio Leandro
Administrador de Empresas, especialista em Gestão de Recursos Humanos, Instrutor de cursos na área de Recursos Humanos e Departamento de Pessoal, atuando como Gerente de RH de uma Empresa de Médio Porte. Estudioso em futebol association e idealizador do Bolão Bola na Trave.