BRUNA CONQUISTA PRIMEIRA MEDALHA DE UMA BRASILEIRA NO TÊNIS DE MESA EM UMA PARALIMPÍADA

BLOG VAI FAZER A COBERTURA DA CHAMPIONS LEAGUE
13 de setembro de 2016
MEU PAI VAI SER SEMPRE MEU GRANDE HERÓI
14 de setembro de 2016

BRUNA CONQUISTA PRIMEIRA MEDALHA DE UMA BRASILEIRA NO TÊNIS DE MESA EM UMA PARALIMPÍADA

brunaDescrição da imagem: Bruna Costa abre o sorriso e comemora a medalha de bronze (Foto: Daniel Zappe/MPIX/CPB)

Vencer a dinamarquesa Sophie Walloe, quinta melhor jogadora do mundo, embora difícil, não era impossível. Bruna Costa Alexandre foi além: superou a rival nesta terça-feira, no Riocentro, e fez história. O triunfo por 3 a 0 (11/2, 13/11 e 11/8) lhe rendeu a medalha de bronze na classe 10 do tênis de mesa. A primeira de uma mulher brasileira na modalidade em Jogos Paralímpicos. Até então, as únicas medalhas do país haviam sido conquistadas por homens. Luiz Algacir e Welder Knaf, em Pequim 2008, por equipes, e Israel Stroh, na Rio 2016, na classe 7, levaram a prata.

O bronze de Bruna foi a 43ª medalha do Brasil na Paralimpíada do Rio – igualando a campanha do país nos Jogos de Londres 2012 e ficando a quatro pódios do desempenho em Pequim 2008.

Bruna, que precisou amputar o braço direito após uma injeção mal aplicada aos seis meses de vida, fez uma campanha dentro do esperado. Atual terceira no ranking da federação internacional, chegou à semifinal após o segundo lugar no Grupo A: venceu a australiana Andrea Mcdonnel e a croata Mirjana Lucic, mas perdeu para a chinesa Qian Yang. Na partida que valia vaga à final, caiu de pé: fez jogo duro diante da lenda Natalia Partyka, polonesa tricampeã paralímpica. O 3 a 2 representou os dois primeiros sets perdidos pela europeia, sem ser em final, em toda a sua trajetória nos Jogos.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 20:06

Comentários

Comentários

Sérgio Leandro
Sérgio Leandro
Administrador de Empresas, especialista em Gestão de Recursos Humanos, Instrutor de cursos na área de Recursos Humanos e Departamento de Pessoal, atuando como Gerente de RH de uma Empresa de Médio Porte. Estudioso em futebol association e idealizador do Bolão Bola na Trave.