CASO DO REBAIXAMENTO DA PORTUGUESA EM 2013 PODE TER NOVOS DESDOBRAMENTOS

lusaManuel da Lupa, ex-presidente da Portuguesa

Afundada em dívidas e na pior situação da sua vida, a Portuguesa pretende ter um resultado da investigação do “caso Héverton” no final deste ano. Com o que se descobriu até agora, a diretoria deve entrar na Justiça para cobrar o ex-presidente Manuel da Lupa de uma indenização que deve passar de R$ 30 milhões.

Medida que ganha força depois que o Ministério Público, segundo informações publicadas pelo jornal “O Estado de S. Paulo’, chegou à conclusão que funcionários do clube permitiram a escalação do jogador em “troca de vantagens financeiras”.

De acordo com o vice-presidente jurídico, José Luiz Almeida, o clube tem se dedicado em apurar o que foi feito de errado do ponto de vista administrativo e, nesse sentido, as chances do ex-cartola se livrar são muito pequenas.

“Não sabemos ainda qual será o fim, não terminamos. Mas tudo indica para isso. Será uma cobrança de indenização por tudo que o Da Lupa causou de danos ao clube. Por enquanto, não é calculável, mas pode passar de R$ 30 milhões. É uma coisa que tem que sentar com toda a diretoria para definir. Ver tudo que aconteceu desde a entrada do jogador até hoje e ver quanto isso custou aos cofres do clube”, disse, em contato com a reportagem.

“Se você conta os dois rebaixamentos, a gente já chega a valores enormes. Mas há também o dano moral que ele causou, que vai ter que ser bem calculado”, completou.

Com uma ação na Justiça, Manuel Da Lupa conseguiu uma liminar para que o inquérito não fosse votado no conselho antes que ele fosse ouvido. O ex-presidente foi chamado para dar depoimento, mas não compareceu. No processo, alegou problemas de saúde. Então, antes do resultado, o ex-cartola terá de ir ao Canindé dar a sua versão dos fatos.

Foi o presidente do Conselho, Marco Antônio Teixeira, quem revelou a busca por uma indenização contra o ex-dirigente, ao site do Globo Esporte, nesta terça-feira.

“Ao que tudo indica, o resultado mostrará um erro administrativo e vamos responsabilizá-lo civil e criminalmente. Um processo de no mínimo R$ 30 milhões”, disse.

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 10:26

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Editores

Sérgio Leandro

Formado em Administração de Empresas, Especialização em RH, Analista em Esportes.
 
Equipe formada por:
 
Enquetes

O desempenho do Brasil nas Olímpiadas Rio 2016 em relação a Londres 2012, 3 Ouros, 5 Pratas e 9 Bronzes vai ser:

  • Melhor (70%, 7 Votes)
  • Pior (20%, 2 Votes)
  • Igual (10%, 1 Votes)

Total Voters: 10

Carregando ... Carregando ...
Parceiros

Arquivos
Facebook Likes