Basquete

MIAS UM FIASCO DO BASQUETE BRASILEIRO

A crise do basquete brasileiro não tem limite

Agora, não é mais preciso fazer contas mirabolantes ou criar expectativas distantes da realidade. A seleção brasileira masculina de basquete está fora dos Jogos Pan-Americanos de 2019, em Lima, algo inédito em sua história.

A perda da vaga foi o resultado final de uma situação financeira crítica da Confederação Brasileira de Basquete (CBB), que enfrentou uma suspensão da Federação Internacional (Fiba), e da campanha ruim no Grupo A da Copa América, disputado em Medelin, na Colômbia.

A tragédia para o basquete brasileiro foi sacramentada com os resultados Grupo B e C da Copa América, disputados em Baía Blanca e Montevidéu, respectivamente, nesta terça-feira. Os sete primeiros colocados da competição se classificam para o Pan, onde se juntarão ao Peru, sede dos Jogos de 2019. Para piorar, há semana, a medalha de ouro conquistada em 1987, com um triunfo histórico sobre os Estados Unidos, completou 30 anos.

A vitória do Canadá por 75 a 66 sobre a Venezuela não só classificou Ilhas Virgens no Grupo A para a fase final da competição, que será disputada em Córdoba, na Argentina, como acabou com as chances do Brasil de jogar o Pan de 2019.

Na sua campanha na Copa América, o Brasil venceu a Colômbia, em sua estreia, ainda assim por apenas dois pontos. Depois, perdeu para México e Porto Rico e ainda precisou conviver com uma crise envolvendo Bruno Caboclo, que se recusou a entrar em quadra no segundo quarto contra os mexicanos e foi afastado.

O Brasil já havia feito uma péssima campanha na Copa América feminina. Na competição, a seleção ficou na quarta colocação, perdendo a disputa do terceiro lugar para Porto Rico, e não conseguiu uma das três vagas na Copa do Mundo de 2018, que será na Espanha. Pelo menos, classificou-se para os Jogos Pan-Americanos de 2019, que teve o mesmo critério de distribuição do masculino.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 22:44

CORINTHIANS É CAMPEÃO DA LBF

Corintianas celebram a conquista da LBF (Foto: João Pires/LBF)

O Corinthians somou mais um troféu em sua galeria, uma taça inédita. Nesta terça-feira, o time superou o Uninassau no quinto e decisivo jogo da série final da LBF, em Americana. Liderado pela pivô Damiris, o equipe alvinegra venceu por 73 a 66 para conquistar o título brasileiro.

Jogadora da seleção brasileira, Damiris foi a cestinha da final e ainda conseguiu um duplo-duplo, com 26 pontos e 10 rebotes. A argentina Meli Gretter também teve papel fundamental na final desta terça, com 17 pontos.

A equipe da Uninassau lutou muito mas não conseguiu levar o título para o Recife (Foto: Genival Paparazzi)

Depois de ter batido na trave ao perder a final da última temporada diante do Sampaio Corrêa, o Corinthians não deixou a taça da LBF escapar desta vez. O bom início de segundo quarto fez o diferencial para a equipe de Americana. Em uma série cheia de viradas, o Timão fechou em 3 a 2 e pôde cantar: “É campeão!”. Uma final para coroar um ano perfeito do Alvinegro, que teve a melhor campanha da competição.

Quando ainda não estava vinculado ao Corinthians, o time de Americana foi três vezes campeão da LBF. Por isso, apesar de o título alvinegro ser inédito, a torcida gritou “o campeão voltou”.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 13:26

UNINASSAU VENCE CORINTHIANS E LEVA FINAL PARA QUINTO E DECISIVO JOGO

Uninassau supera pressão e leva decisão para São Paulo na terça-feira (Foto: Genival Paparazzi)

O Uninassau salvou o “primeiro match point” da final da Liga Feminina de Basquete. Neste domingo, em casa, o time pernambucano derrotou o Corinthians/Americana por 71 a 64 e empatou a série final da competição em 2 a 2, forçando a quinta partida. O último duelo será realizado nesta terça-feira, às 21h30, em Americana, com transmissão ao vivo do SporTV.

O destaque do Uninassau foi o trio Casanova, Ariadna e Gil, que marcaram respectivamente 19, 16 e 16 pontos. Pelo lado do Corinthians, Damiris foi a cestinha, com 27 pontos e 11 rebotes. Ariadna explica a vitória.

Cubana Casanova é destaque da Uninassau na Liga de Basquete Feminino (Foto: Genival Paparazzi)

Na primeira fase, o Corinthians fez melhor campanha, por isso tem a vantagem do mando de quadra na decisão. Joice, com nove pontos e cinco rebotes, lamentou a derrota.

– Final é final e sabíamos que seria difícil. Os três jogos anteriores foram muito equilibrados, não tinha como campeãs aqui, infelizmente não deu e agora é jogar ao lado da nossa torcida em busca da vitória mais importante da temporada – disse Joice.

Confira a série:

Jogo 1 – Corinthians 62 x 73 Uninassau Basquete
Jogo 2 – Corinthians 78 x 57 Uninassau Basquete
Jogo 3 – Uninassau Basquete 68 x 80 Corinthians
Jogo 4 – Uninassau Basquete 71 x 64 Corinthians
Jogo 5 – 02/05 (terça), às 21h30 – Centro Cívico, em Americana (SP) – Ao vivo no SporTV

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 11:06

UNINASSAU/AMÉRICA SAI NA FRENTE NA FINAL DA LIGA DE BASQUETE FEMININO

Casanova foi o grande destaque do jogo

Melhor time da primeira fase da Liga de Basquete Feminino, o Corinthians foi surpreendido, neste sábado, na disputa do primeiro jogo da grande final do torneio. A equipe paulista recebeu o Unissau/América e acabou derrotada por 73 a 62.

Com a vitória, o time pernambucano abriu vantagem na série decisiva, encerrando a invencibilidade do Corinthians atuando em Americana, no ginásio do Centro Cívico.

A armadora Ineides Casanova, do Uninassau, só não fez chover na primeira partida da grande decisão. A cubana ditou o ritmo do setor ofensivo da equipe pernambucana e ainda ajudou na defesa. Cestinha do jogo, com 28 pontos, Ineides ainda pegou oito rebotes e deu cinco assistências.

“Fiz muitos pontos, mas fazer com que o meu time pontue é muito importante também. Muito bom ganhar fora de casa, mas estamos muito focadas, a série ainda não acabou. O Corinthians tem um grande time, mas hoje fomos melhores”, afirmou Ineides Casanova.

O Uninassau, mesmo fora de casa, começou ditando o ritmo da partida. Ao final do primeiro quarto, a vantagem do time pernambucano era de seis pontos. O Corinthians tentou reagir no segundo quarto, quando chegou a diminuir para dois pontos, mas, nos últimos 20 minutos, voltou a apresentar um basquete muito abaixo do esperado e acabou derrotado.

A próxima partida da série decisiva acontece na segunda-feira, novamente na casa do Corinthians, às 21h30 (de Brasília).

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 22:30

UNINASSAU VENCE A 5ª PARTIDA NA LBF

basqueteUninassau superou o Presidente Venceslau, por 67 a 63, nesta terça-feira (24) (Foto: Presidente Venceslau / Divulgação)

Em jogo pegado do início ao fim, o Uninassau bateu o Presidente Venceslau, em casa, na noite desta terça-feira (24), por 67 a 63 (28 a 35 no primeiro tempo), pela Liga de Basquete Feminino (LBF). Atrás no placar nos primeiros dois quartos de jogo, as pernambucanas souberam manter a calma para passar à frente e administrar a partida até o apito final. Por sua vez, as visitantes se mantiveram o tempo todo encostadas no marcador, o que levou a decisão da partida para os segundos finais.

O próximo duelo entre as equipes é nesta quinta-feira (26), às 21h (horário de Brasília), novamente no Centro Esportivo Salesiano, no Recife (PE), mesmo palco da partida desta terça-feira.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 22:32

FIBA SUSPENDE CBB! O CAOS EM NOSSO BASQUETE

basqueteCarlos Nunes, presidente da Confederação Brasileira de Basquete desde 2009

A Federação Internacional de Basquete (FIBA) anunciou nesta segunda-feira a suspensão da confederação brasileira (CBB) após reunião de seu comitê executivo.

 Em comunicado, a entidade que rege o esporte mundial disse que apesar de prover “apoio e flexibilidade” em “múltiplas ocasiões” antes dos Jogos Olímpicos de 2016, o comitê executivo entendeu que a CBB “ainda precisa de reestruturação e atualmente não está cumprindo completamente com suas obrigações como membro da FIBA”.
De acordo com a FIBA, quatro fatores contribuíram para a tomada dessa decisão:
– a não-participação em competições internacionais, como um torneio continental junior e mundiais sênior 3×3, assim como não organizar um evento do tour mundial de 3×3 no Rio de Janeiro. “Um alto número de jogadores já foram afetados por essas ausências, pois eles perderam a oportunidade de classificar e jogar internacionalmente nos próximos anos. Em nível nacional, um importante campeonato nacional junior foi cancelado pela CBB”;
– Falta de controle total do basquete no país. Por exemplo, terceiras partes intervieram na seleção e financeiram atividades da equipe nacional;
– Pagamentos pendentes para a FIBA por um período extenso de tempo, apesar de vários pedidos de carência concedidos. “A situação financeira geral da CBB não permite financiar suas operações ou estar em boa posição em seu país”;
– E a falta de um plano de reforma ou reestruturação antes das eleições.
“O comitê executivo expressou sua lamenteção pela situação do basquete no Brasil poucos meses depois dos Jogos Olímpicos e fortemente encoraja a CBB a colaborar de perto com a FIBA e à força-tarefa (aberta em setembro passado para ajudar na reorganização da entidade brasileira) a fim de superar as sérias dificuldades institucional, esportiva e financeira”, continuou a federação internacional.

O basquete brasileiro chegou a ficar pendente de participação nos Jogos do Rio por causa de uma dívida pela vaga da seleção brasileira masculina na última Copa do Mundo, ocorrida em 2014, na Espanha, após receber convite.

A situação da CBB será reavaliada em novo encontro no dia 28 de janeiro de 2017.

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 17:30

NBA MUDA REGRA PARA SALVAR JOGADOR RUIM DE LANCE LIVRE

basqueteNBA muda regra para evitar faltas propositais que geram lances livres

A NBA anunciou na noite de terça-feira que o corpo docente de dirigentes optou por mudar a regra relacionada a faltas propositais para evitar algo que tem sido criticado em temporadas recentes.

Nos últimos anos, tornou-se comum jogadores como DeAndre Jordan e Andre Drummond – pífios na linha do lance livre – receberem faltas propositais dos adversários no  fim de cada quarto, já que assim o time rival acreditava ter mais chance de encostar no placar.

Nos Estados Unidos, isso “nasceu” no início dos anos 2000, quando o técnico do San Antonio Spurs, Gregg Popovich, usou a estratégia em Shaquille O’Neal, que era ruim nos lances livres. Popularmente, o ato ficou conhecido como “Hack-a-Shaq”.

“Ao olhar dados e diversas potenciais soluções para combater o aumento deliberado de faltas longe da bola, nós acreditamos que esses passos oferecem o melhor caminho. A introdução dessas regras foi feita para diminuir o aumento de faltas propositais sem eliminar a estratégia inteiramente”, disse Kiki VanDeWeghe, presidente executivo da NBA.

As novas regras são as seguintes:

– Agora, as faltas propositais longe da bola resultarão em um lance livre e posse de bola para o time que sofrer a infração nos últimos dois minutos de cada quarto e prorrogação.

– Para situações em que a bola tem que ser colocada em jogo, uma falta defensiva que ocorra em qualquer momento antes da bola ser lançada para o receptor do passe (incluindo uma ação “legítima” ou “natural” como um defensor tentar escapar de um bloqueio) será administrada da mesma forma como uma falta longe da bola cometida durante os dois minutos de um período (um lance livre e posse de bola).

– As regras de falta flagrante serão usadas para proteger contra qualquer falta deliberada perigoso ou com uso de força excessiva. Em particular, será considerada falta flagrante se um jogador pular nas costas do outro para cometer a infração. Antes, essas faltas eram sujeitas a serem consideradas flagrantes, mas não automáticas.

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 13:33

LEBRON COMANDA CLEVELAND A CONQUISTA INÉDITA NA NBA

lebronUma grande festa após o título do Cleveland Cavaliers

Que jogo!

No dia 13 de junho de 2016, o Cleveland Cavaliers estava com apenas uma vitória e três derrotas na final da NBA. Ao Golden State Warriors restava um único triunfo para conquistar o bicampeonato. E, então, a missão dos Cavs começou.

Vitória no jogo 5, no jogo 6 e, finalmente, no jogo 7. Com grande atuação de LeBron James neste domingo, a franquia de Ohio bateu o atual campeão por 93 a 89, fora de casa, na Oracle Arena, fechou a série em 4 a 3 e conquistou pela primeira vez um título da NBA.

Um verdadeiro milagre. Nunca uma equipe tinha revertido a desvantagem de 1-3 na final da liga norte-americana de basquete.

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 06:08

STEPHEN CURRY NÃO VEM PARA A RIO 2016

curryInformações deixam Stephen Curry fora da Olimpíadas Rio 2016

Stephen Curry, maior astro da NBA da atualidade, não virá para o Rio de Janeiro para disputar o basquete nos Jogos Olímpicos. A informação foi dada pelo site Mercury News, que acompanha o dia a dia do Golden State Warriors.

O motivo para sua ausência é a recuperação do joelho direito do jogador, que sofreu uma lesão na primeira rodada dos playoffs e perdeu um total de oito partidas na fase decisiva da temporada da liga.

Apesar do joelho motivar sua ausência, o zika vírus também é motivo de preocupação de Curry, mas não é sua justificativa para ficar nos Estados Unidos. Por outro lado, o ala Andre Iguodala, ouro com os EUA em Londres-2012, considera seriamente não vir ao Brasil por causa da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.

Quem virá caso chamado, mesmo com a ameaça do vírus, é o ala-pivô Draymond Green. Um dos destaques do Golden State Warriors, Green não tem presença garantida nos 12 jogadores que serão convocados pelo técnico Mike Krzyzewski e aproveitará a oportunidade caso seja chamado para a seleção americana.

Fonte: Uol Esportes Olimpíadas Rio 2016 – Postado às 13:47

AMÉRICA-PE E SAMPAIO CORRÊA VÃO DECIDIR EM PARTIDA EXTRA A VAGA NA FINAL DA LBF

sampaioA armadora Wheeler e a ala Iziane foram as grandes protagonistas da vitória do Sampaio (Foto: De Jesus)

O Sampaio venceu o segundo duelo contra o América-PE nos playoffs da LBF por 72 a 65, na noite dessa quarta-feira, no Ginásio Castelinho, em São Luís. Com uma vitória para cada lado, a série terá seu ato final nesta quinta-feira, às 21 horas (de Brasília), novamente no Maranhão. Quem vencer vai disputar o título da temporada 2015/2016.

A armadora Wheeler e a ala Iziane foram as grandes protagonistas da vitória do Sampaio. Juntas, as jogadoras marcaram 42 dos 72 pontos marcados pela equipe, sendo 25 da norte-americana e 17 de Iziane.

Do lado do América, a principal atleta em quadra foi a experiente pivô Kelly, que saiu do banco de reservas e foi a cestinha da equipe, com 19 pontos.

“Era um jogo de vida ou morte para nós. Por isso tentamos nos manter concentradas durante o tempo todo e corremos muito desde o primeiro minuto. Fizemos um bom jogo, mas ainda temos mais uma batalha pela frente. Queremos muito essa vaga na final”, disse a cestinha Wheeler.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 00:31

Editores

Sérgio Leandro

Formado em Administração de Empresas, Especialização em RH, Analista em Esportes.
 
Equipe formada por:
 
Enquetes

O desempenho do Brasil nas Olímpiadas Rio 2016 em relação a Londres 2012, 3 Ouros, 5 Pratas e 9 Bronzes vai ser:

  • Melhor (70%, 7 Votes)
  • Pior (20%, 2 Votes)
  • Igual (10%, 1 Votes)

Total Voters: 10

Carregando ... Carregando ...
Parceiros

Arquivos
Facebook Likes