CLUBES PODEM PERDER PONTOS POR ATRASO DE SALÁRIO

SPORT ESTREIA CONTRA O FIGUEIRENSE NO BRASILEIRO
2 de março de 2015
PRESIDENTE DO SPORT ESPERA TER 40 MIL SÓCIOS EM DIA ATÉ FINAL DO MANDATO
4 de março de 2015

CLUBES PODEM PERDER PONTOS POR ATRASO DE SALÁRIO

cbfReunião na sede da CBF para decidir assuntos relacionados ao Brasileirão 2015 (Foto: Rafael Ribeiro / CBF)

O assunto que chamou a atenção na reunião, com a presença de deputados e representantes dos times, foi a punição para equipes que atrasam os salários de seus jogadores, inclusive com possibilidade de perda de pontos na tabela. Os representantes dos clubes aprovaram a medida por unanimidade, já para a edição deste ano, e falta agora definir qual será a maneira de aplicar a punição.

A medida de punir os atrasos já é aplicada no Campeonato Paulista, em que o jogador pode denunciar o próprio clube quando o salário atrasa por mais de 15 dias. O Brasileirão de 2014, em suas quatro séries, teve vários casos de times que atrasaram pagamentos. A ideia é que, em 2015, os jogadores possam recorrer à Justiça Desportiva – e não apenas à Justiça Comum – caso sofram com os atrasos.

O gerente de futebol do Corinthians, Edu Gaspar, que esteve na reunião, explicou que os clubes aprovaram a ideia, mas a regulamentação ainda não está definida.

– Será um fair play trabalhista, é em cima do regime de CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas). Os clubes terão que cumprir todas as questões legais. Hoje creio que demos um passo grande, por mais que não tenha sido maior do que o que todos esperavam. Todos os presidentes estavam de acordo. Mas isso ainda vai ser passado aos clubes, como será feito. Houve a votação, foi unanimidade que essa regulamentação será adotada. O modelo será o do Campeonato Paulista – afirmou Edu.

No Paulistão, os jogadores podem fazer a comunicação ao Tribunal de Justiça Desportiva se o atraso for superior a 15 dias a partir do vencimento. O TJD, então, fixa um prazo para o clube liquidar a obrigação com o atleta. Caso não resolva questão, o clube perde três pontos por partida disputada após reconhecido o descumprimento das obrigações.

Fonte: globoesporte.com – Postado às 22:41

Comentários

Comentários

Sérgio Leandro
Sérgio Leandro
Administrador de Empresas, especialista em Gestão de Recursos Humanos, Instrutor de cursos na área de Recursos Humanos e Departamento de Pessoal, atuando como Gerente de RH de uma Empresa de Médio Porte. Estudioso em futebol association e idealizador do Bolão Bola na Trave.