DORMIU CEDO, PERDEU UM GRANDE TRIUNFO DE NOVAK DJOKOVIC

PAPALÉGUAS RUNNERS NO CIRCUITO DA ESTAÇÃO PRIMAVERA
13 de setembro de 2015
AMIGOS DO BLOG NO CIRCUITO DAS ESTAÇÕES
14 de setembro de 2015

DORMIU CEDO, PERDEU UM GRANDE TRIUNFO DE NOVAK DJOKOVIC

djokoNovak Djokovic superou machucados no braço, na mão e nos joelhos para vencer o título (Foto: Reuters)

Com uma nova tática de devolução, Roger Federer vinha ganhando a atenção do mundo e mostrando um altíssimo nível de jogo. Depois de perder a decisão de Wimbledon justamente para Novak Djokovic, o suíço venceu 11 partidas consecutivas, sendo campeão em Cincinnati sobre o próprio Djoko, e anotou impressionantes 28 sets de invencibilidade neste período. Mas, a hegemonia foi derrubada pelo atual número 1 do mundo. No Flushing Meadows, onde já havia conquistado cinco títulos do US Open, Federer viu Djokovic atuar em um nível impressionante. O sérvio, que sofreu cortes no braço e no joelho após um escorregão ainda no primeiro set, não se intimidou com a pressão do suíço nem com a torcida americana em favor do rival e venceu por 3 sets a 1, parciais de 6/4, 5/7, 6/4 e 6/4 em 3h20 para chegar ao seu segundo título do US Open. Foi sua terceira conquista de Grand Slam no ano, igualando sua temporada de 2011, quando também ganhou nos EUA, na Austrália e em Wimbledon.

– Tenho que dividir minha admiração pelo Roger (Federer), pelo que ele fez no tênis. O quanto ele ainda consegue se superar. Foi um grande jogo e desejo a você (Federer) o melhor. Eu tenho um respeito muito grande por ele. Ele apresenta um jogo para mim e para os outros jogadores. Você saber que vai jogar contra um dos melhores de todos os tempos é muita pressão. Você precisa sempre dar o seu melhor. E foi o que eu precisei fazer, nunca baixar o nível, para conseguir ganhar o título – afirmou Djokovic após o confronto.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 06:43

Comentários

Comentários

Sérgio Leandro
Sérgio Leandro
Administrador de Empresas, especialista em Gestão de Recursos Humanos, Instrutor de cursos na área de Recursos Humanos e Departamento de Pessoal, atuando como Gerente de RH de uma Empresa de Médio Porte. Estudioso em futebol association e idealizador do Bolão Bola na Trave.