É DO BRASIL A DUPLA MASCULINO DE OURO DO VÔLEI DE PRAIA, “ALISSON E BRUNO”

BOLT, UM RAIO QUE FICA NA HISTÓRIA DA OLIMPÍADA RIO 2016
18 de agosto de 2016
SELEÇÃO FEMININA DE FUTEBOL SENTE ELIMINAÇÃO DA DISPUTA DO OURO E PERDE O BRONZE PARA O CANADÁ
19 de agosto de 2016

É DO BRASIL A DUPLA MASCULINO DE OURO DO VÔLEI DE PRAIA, “ALISSON E BRUNO”

alisson 4Alison e Bruno Schmidt com as medalhas de campeões olímpicos (Foto: Murad Sezer/REUTERS)

Assim que foram apresentados pelo locutor em quadra, Alison Cerutti e Bruno Schmidt levantaram a galera. O Mamute abriu os braços e pediu apoio. O público foi ao delírio e correspondeu. Parecia um estádio de futebol. Parecia um caldeirão. E nem a chuva que caía forte na Arena de Vôlei de Praia, em Copacabana, no início da madrugada desta sexta-feira, foi suficiente para esfriar o calor e a energia que emanavam dos donos da casa na decisão contra os italianos Nicolai e Lupo. E foi nesse clima que o Brasil ganhou mais dois novos campeões olímpicos. Com o placar de 2 a 0, parciais de 21/19 e 21/17, na raça e no coração, o capixaba e o brasiliense garantiram a medalha de ouro nas areias de Copacabana. Podem soltar o grito de “É campeão!”, podem bater no peito, podem comemorar muito.

A medalha de bronze ficou com os holandeses Brouwer e Meeuwsen, que marcaram 2 a 0, parciais 23/21 e 22/20, nos russos Viacheslav Krasilnikov e Konstantin Semenov. É a primeira medalha olímpica da história do país no vôlei de praia.

Fonte: Globoesporte.com – Postado :as 06:11

Comentários

Comentários

Sérgio Leandro
Sérgio Leandro
Administrador de Empresas, especialista em Gestão de Recursos Humanos, Instrutor de cursos na área de Recursos Humanos e Departamento de Pessoal, atuando como Gerente de RH de uma Empresa de Médio Porte. Estudioso em futebol association e idealizador do Bolão Bola na Trave.