É IMPOSSÍVEL ERRO NO EXAME DE ANDERSON SILVA

exame anderson

Flagrado em um exame antidoping pelo uso de substâncias proibidas (drostanolona e androsterona), Anderson Silva ainda não entrou com pedido de contraprova do resultado apontado pelo Sports Medicine Research & Testing Laboratory (SMRTL), laboratório de Salt Lake City (EUA) onde o teste foi feito. Em entrevista ao “SporTV News”, o diretor do centro de pesquisa em medicina esportiva, Daniel Eichner, garantiu que não é possível haver erros nas amostras analisadas. O especialista acrescentou que dois exames de Spider realizados nos dias 19 e 31 de janeiro também podem revelar novas irregularidades.

– São agentes fantásticos para a recuperação de lesões, para aumentar o treinamento e, às vezes, para aumentar a massa muscular também – disse, sobre as substâncias detectadas no organismo do lutador.

Eichner não quis precisar quando serão divulgados os resultados dos dois outros exames, mas indicou que possam surgir novidades na próxima semana. E se negou a falar sobre o caso específico do ex-campeão peso-médio do UFC. O diretor justificou, no entanto, a demora em revelar o resultado positivo do doping do brasileiro. Segundo ele, nem sempre é possível concluir o processo dentro do prazo normal.

– Elas (amostras) chegam para a gente sem identificação, não vemos os nomes dos atletas, nem sequer do evento, recebemos apenas um número de identificação. Então, passamos a amostra em testes para diferentes substâncias proibidas (…) Alguns exames demoram mais que outros. Alguns demoram só três dias para o teste e mais três dias para a confirmação. Quando encontramos a presença de mais de uma droga, isso faz com que o teste leve mais tempo – disse.

O laboratório pertence à Universidade de Utah, na cidade de Salt Lake City, e atua há dez anos. Segundo Eichner, entre os clientes da unidade estão federações olímpicas e ligas esportivas profissionais americanas. No estado vizinho de Nevada, Anderson Silva encarou Nick Diaz no dia 31 de janeiro, em Las Vegas. O brasileiro estava há mais de um ano parado em função de uma grave lesão na perna esquerda e superou o americano por decisão unânime dos jurados.

Fonte: SporTV News – Postado às 17:08

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Editores

Sérgio Leandro

Formado em Administração de Empresas, Especialização em RH, Analista em Esportes.
 
Equipe formada por:
 
Enquetes

O desempenho do Brasil nas Olímpiadas Rio 2016 em relação a Londres 2012, 3 Ouros, 5 Pratas e 9 Bronzes vai ser:

  • Melhor (70%, 7 Votes)
  • Pior (20%, 2 Votes)
  • Igual (10%, 1 Votes)

Total Voters: 10

Carregando ... Carregando ...
Parceiros

Arquivos
Facebook Likes