FIFA NÃO CONFIRMA CRITÉRIOS PARA CABEÇAS DE CHAVE DA COPA DO MUNDO

SPORT RENOVA CONTRATO DE LUXEMBURGO ATÉ FINAL DE 2018
8 de setembro de 2017
COM DOIS GOLS DE GABRIEL JESUS CITY GOLEIA O LIVERPOOL
9 de setembro de 2017

FIFA NÃO CONFIRMA CRITÉRIOS PARA CABEÇAS DE CHAVE DA COPA DO MUNDO

Anfitriã de 2018, a seleção da Rússia será cabeça de chave do Grupo A (Foto: Reuters) (Foto: )

A cerca de três meses do sorteio que vai definir os grupos da Copa do Mundo de 2018 (marcada para o dia 1º de dezembro, em Moscou), a Fifa não confirma quais serão os critérios para escolher os cabeças de chave. Nos dois últimos Mundiais, em 2010 e 2014, a entidade usou a edição de outubro do ano anterior de seu ranking.

A ideia nos dois casos era evitar que os pontos conquistados na repescagem (disputada em novembro) tivesse influência na escolha dos cabeças de chave. O GloboEsporte.com perguntou à Fifa se o critério seria mantido ou se haveria alguma mudança para 2018. Resposta de um porta voz da entidade:

– Isto será comunicado no devido tempo.

No regulamento da Copa do Mundo de 2018, a Fifa afirma que levará em consideração “fatores esportivos e geográficos” na hora de definir os cabeças de chave da competição. A única certeza é que a Rússia, por ser o país-sede, ocupará o posto do Grupo A.

Na prática, a Fifa quer atrasar o quanto pode a divulgação dos critérios, para poder “acomodar” o sorteio de acordo com as conveniências – “esportivas e geográficas”. O Brasil, pentacampeão mundial e atual líder do ranking da Fifa, certamente será cabeça de chave.

Além de Rússia e Brasil, as outras seleções já classificadas para a Copa são Bélgica, Irã, México, Rússia, Coreia do Sul, Japão e Arábia Saudita. A próxima edição do ranking da Fifa será divulgada na próxima quinta. O top-10 atual é formado por Brasil, Alemanha, Argentina, Suíça, Polônia, Portugal, Chile, Colômbia, Bélgica e França.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 20:29

Comentários

Comentários

Sérgio Leandro
Sérgio Leandro
Administrador de Empresas, especialista em Gestão de Recursos Humanos, Instrutor de cursos na área de Recursos Humanos e Departamento de Pessoal, atuando como Gerente de RH de uma Empresa de Médio Porte. Estudioso em futebol association e idealizador do Bolão Bola na Trave.