MORRE LEONARDO, CRAQUE DO SPORT NA DÉCADA DE 90

SALGUEIRO ASSUME VICE-LIDERANÇA DO ESTADUAL
29 de fevereiro de 2016
SPORT PLANEJA HOMENAGEM A LEONARDO
1 de março de 2016

MORRE LEONARDO, CRAQUE DO SPORT NA DÉCADA DE 90

leonardoLeonardo deixou sua história marcada no Sport

O dia é de luto para o Sport e o seus torcedores. Nesta terça-feira, o ex-atacante Leonardo, 41 anos, morreu depois de perder a batalha contra a neurocisticercose, doença que ataca o sistema neurológico provocada pelo ingestão de alimentos mal preparados. Leonardo era o terceiro maior artilheiro da história do Leão com 133 gols em 367 partidas. Ele jogou com a camisa rubro-negra em três passagens (1994, 1997 – 2001 e 2004) e foi campeão pernambucano em 94, 97, 98, 99 e 2000, além de conquistar duas Copas do Nordeste, em 94 e 2000. Para muitos, foi o maior jogador da história leonina nos últimos 30 anos. Atualmente ele trabalhava nas categorias de base do clube onde proporcionou tantas alegrias.

Leonardo estava internado desde o dia 3 de fevereiro no Hospital da Restauração, no Centro do Recife. Ele deu entrada com convulsões e queixas neurológicas. Após exames, os médicos constataram a neurocisticercose. O ex-jogador iniciou tratamento, mas não conseguiu superar a doença.

A HISTÓRIA

Natural de Picos, no Piauí, Leonardo quase escreveu sua história no Recife em outras cores. Em 1994, ele iria se transferir para o Santa Cruz. O Sport, contudo, entrou no meio da negociação e trouxe o jogador para a Ilha do Retiro. Mal sabiam os diretores rubro-negros na época que estavam trazendo um dos maiores jogadores da história do clube. Rápido e com faro artilheiro, Leonardo caiu rápido nas graças da torcida. Tanto que sua primeira passagem na capital pernambucana durou pouco tempo. Em 95, se transferiu para o Vasco junto com o meia Juninho Pernambucano. A trajetória dos dois, porém, mudou no Rio de Janeiro. Por conta da falta de pagamento do Vasco, Leonardo teve que deixar São Januário e voltar ao Sport, que emprestou o jogador para o Corinthians. No clube paulista, chegou a jogar a Libertadores, maior competição internacional da América do Sul. Mas o destino insistia em fazer Léo voltar a vestir as cores rubro-negras.

Fonte: Blog do Torcedor – Postado às 15:52

Comentários

Comentários

Sérgio Leandro
Sérgio Leandro
Administrador de Empresas, especialista em Gestão de Recursos Humanos, Instrutor de cursos na área de Recursos Humanos e Departamento de Pessoal, atuando como Gerente de RH de uma Empresa de Médio Porte. Estudioso em futebol association e idealizador do Bolão Bola na Trave.