NA HORA QUE SERIA A PARTIDA UM MINUTO DE SILÊNCIO CONJUNTO EM MEDELIN E EM CHAPECÓ

SOMOS TODOS CHAPECOENSE
29 de novembro de 2016
SANTA CRUZ E PAYSANDU ESTÃO FORA DA COPA SUL-AMERICANA 2017
30 de novembro de 2016

NA HORA QUE SERIA A PARTIDA UM MINUTO DE SILÊNCIO CONJUNTO EM MEDELIN E EM CHAPECÓ

homenagemImagem da homenagem na Arena Condá

A Arena Condá, casa da Chapecoense, e o Atanasio Girardot, estádio do Atlético Nacional, em Medellín, receberam homenagens simultâneas, na noite desta quarta-feira (30), aos 71 mortos no acidente com o avião que levava o time de Santa Catarina para a primeira final internacional de sua história, a da Copa Sul-Americana de 2016.

O confronto, válido como ida da decisão, deveria ter começado às 21h45 de quarta – devido à queda da aeronave, não aconteceu. Os eventos de tributo se iniciaram cerca de uma hora antes do horário programado para o duelo, e tiveram como ponto máximo justamente o minuto em que a bola deveria rolar.

Um minuto de silêncio conjunto

Às 21h45 (de Brasília) em ponto, a Arená Condá e o Atanasio Girardot mergulharam em silêncio. Na Colômbia, os torcedores carregavam velas acesas nas mãos, quase todos vestidos de branco. No Brasil, bandeiras e faixas cobriam a arquibancada. Durante um minuto, em respeito aos mortos, não se ouviu nem um piu nos dois estádios. Na sequência, em Chapecó, teve início uma salva de palmas, enquanto no telão da Condá passavam fotos e os nomes dos vitimados no acidente.

Fonte: Uol Esporte Futebol – Postado às 22:30

Comentários

Comentários

Sérgio Leandro
Sérgio Leandro
Administrador de Empresas, especialista em Gestão de Recursos Humanos, Instrutor de cursos na área de Recursos Humanos e Departamento de Pessoal, atuando como Gerente de RH de uma Empresa de Médio Porte. Estudioso em futebol association e idealizador do Bolão Bola na Trave.