NBA GLOBAL RIO UM SUCESSO, MAIOR A FESTA DO QUE O RESULTADO

Artena 2Arena da Barra lotada para a segunda edição do NBA Global Games (Foto: André Durão)

As perucas esvoaçantes à la Varejão e as faixas brancas na cabeça ao melhor estilo LeBron James davam o tom e não escondiam de ninguém: a festa era à fantasia. De fato, as 15.411 mil pessoas que lotaram a Arena da Barra viveram uma noite mágica durante o confronto entre Miami Heat e Cleveland Cavaliers, pela segunda edição do NBA Global Games no Brasil. Ainda no aquecimento, era possível notar torcedores com os olhos vidrados.

Com os celulares à mão, todos esperavam a entrada de “King” James. Vaiado no começo por fãs brasileiros do Heat, ele foi garçom com oito assistências, encontrou-se aos poucos e levantou o público com uma bonita enterrada, apesar da atuação um tanto discreta no geral em sua reestreia pelo Cleveland. A “saideira”, contudo, ficou na mão dos reservas, que resolveram o jogo na prorrogação, com vitória dos Cavs por 122 a 119, após empate em 105 a 105 no tempo normal

Varejão terminou o encontro com 14 pontos e três rebotes. LeBron fez sete pontos e deu oito assistências, mas falhou em mais da metade das bolas de perímetro. Dion Waiters fez 16 pontos, Tristan Thompson, outros 18. No Heat, Bosh foi o cestinha com 19 pontos e oito rebotes. Wade teve sete assistências além dos 12 pontos. Os calouros também foram bem. James Ennis e Shabazz Napier, que saíram do banco para serem os principais responsáveis pela arrancada do Miami no último quarto, marcaram 17 e 16 pontos, respectivamente.

VarejãoAnderson Varejão disputa a bola com Chris Bosh (Foto: André Durão / Globoesporte.com)

Uma das atrações principais da festa da NBA no Brasil, o armador Kyrie Irving, do Cleveland e jogador mais valioso do último Mundial de basquete, foi o único desfalque. Dos dois lados, para delírio dos fãs, os quintetos considerados titulares. O Miami Heat entrou com Luol Deng, Udonis Haslem, Chris Bosh, Dwyane Wade e Norris Cole. Já o Cleveland Cavaliers iniciou com LeBron James, Kevin Love, o brasileiro Anderson Varejão, Dion Waiters e Mattew Dellavedova.

Fonte: globoesporte.com – Postado às 10:33

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Editores

Sérgio Leandro

Formado em Administração de Empresas, Especialização em RH, Analista em Esportes.
 
Equipe formada por:
 
Enquetes

O desempenho do Brasil nas Olímpiadas Rio 2016 em relação a Londres 2012, 3 Ouros, 5 Pratas e 9 Bronzes vai ser:

  • Melhor (70%, 7 Votes)
  • Pior (20%, 2 Votes)
  • Igual (10%, 1 Votes)

Total Voters: 10

Carregando ... Carregando ...
Parceiros

Arquivos
Facebook Likes