NO SUFOCO PALMEIRAS GARANTE PERMANÊNCIA NA SÉRIE A

SPORT VENCE SÃO PAULO E COROA ANO VITORIOSO
7 de dezembro de 2014
ALEX SE DESPEDE DO FUTEBOL, UMA CARREIRA BRILHANTE
7 de dezembro de 2014

NO SUFOCO PALMEIRAS GARANTE PERMANÊNCIA NA SÉRIE A

henriqueHenrique, de pênalti, empata para o Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)

O Palmeiras precisava vencer o time misto do Atlético-PR, em sua nova arena, para não depender de ninguém e se livrar de um terceiro rebaixamento em sua história. Não conseguiu. Ficou apenas no empate por 1 a 1. Mas não caiu, graças ao Santos. No Barradão, o rival paulista, “de férias”, bateu o Vitória com um gol aos 49 minutos do segundo tempo, de Thiago Ribeiro. O empate em Salvador já serviria ao Palmeiras. Mas foi o gol do atacante santista que trouxe o alívio ao torcedor palmeirense.

“Vergonha, vergonha, time sem vergonha”, gritou a torcida alviverde, cansada de sofrer. Cansada de ver uma instituição entitulada “campeã do século 20” passar vergonha no século 21. Cansada de passar longe do protagonismo de antigamente. Cansada de ser motivo de chacota dos adversários. Cansada de ver jogadores que nem de longe lembram os de um passado recente. “Time ser vergonha” era o que gritavam, como forma de atacar não só os atletas, mas principalmente a diretoria, comandada por Paulo Nobre.

Fonte: globoesporte.com – Postado às 20:13

Comentários

Comentários

Sérgio Leandro
Sérgio Leandro
Administrador de Empresas, especialista em Gestão de Recursos Humanos, Instrutor de cursos na área de Recursos Humanos e Departamento de Pessoal, atuando como Gerente de RH de uma Empresa de Médio Porte. Estudioso em futebol association e idealizador do Bolão Bola na Trave.