PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF ASSINA MP QUE TRATA DA RENEGOCIAÇÃO DAS DÍVIDAS DOS CLUBES

SPORT GARANTE CLASSIFICAÇÃO COM FUTEBOL AINDA A DESEJAR
19 de Março de 2015
SPORT NEGOCIA COM ATLETAS URUGUAIO
19 de Março de 2015

PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF ASSINA MP QUE TRATA DA RENEGOCIAÇÃO DAS DÍVIDAS DOS CLUBES

dilma 2Dilma Rousseff, com Dida e Mercadante ao fundo: MP aperta cerco a clubes devedores (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)

Com a presença de dirigentes dos times e representantes do movimento Bom Senso F.C., a presidente Dilma Rousseff assinou na manhã desta quinta-feira, no Palácio do Planalto, em Brasília, a Medida Provisória (MP) que trata da renegociação das dívidas dos clubes com a União. A medida concede um prazo de até 240 meses com reduções de juros e multas para as entidades quitarem seus débitos. Em contrapartida, serão exigidas iniciativas de modernização da gestão, o chamado “fair play” financeiro, incluindo até o pagamento em dia de salários e direitos de imagem para os jogadores. O não cumprimento dos itens prevê punições rigorosas como rebaixamento e proibição de participação em campeonatos.

As regras passam a valer assim que a MP for publicada no Diário Oficial da União, o que está previsto para esta sexta-feira. Em seguida, haverá um prazo de 120 dias para que o texto seja apreciado pela Câmara dos Deputados e o Senado Federal, onde os parlamentares vão poder apresentar emendas e modificações. Dilma leu sete pontos fundamentais da medida que deverão ser cumpridos pelos clubes:

1) Publicar demonstrações contábeis padronizadas e auditadas por empresa independentes.

2) Pagar em dia todas as obrigações tributárias e contratuais com atletas e funcionários, incluindo o direito de imagem.

3) Gastar no máximo 70% da receita bruta com o futebol profissional.

4) Manter investimento mínimo permanente nas categorias de base e no futebol feminino.

5) Não realizar antecipação de receitas previstas para mandatos posteriores, a não ser em situações específicas.

6) Adotar cronograma progressivo de redução dos déficits que deverão ser completamente zerados a partir de 2021.

7) Respeitar as regras de transparência do artigo 18 da Lei Pelé.

A presidente ressaltou que a medida não é apenas de renegociação de dívidas.

– Recentemente, eu vetei uma proposta de apenas renegociação. Agora, em uma iniciativa inédita, estamos propondo um programa que ajudará os clubes a superar dificuldades financeiras e, ao mesmo tempo, adotar as boas práticas de gestão inspiradas em experiências empresariais. Estamos permitindo que se tornem saudáveis. Em troca, queremos a contrapartida que é para a melhoria da situação dos clubes, o cumprimento de regras de governança, transparência e responsabilidade fiscal – afirmou a presidente Dilma após a assinatura da MP.

Ela afirmou que a fiscalização será rigorosa e as punições, também.

– O programa vai ser aplicado e, como todos os programas, fiscalizado. Os clubes que descumprirem as definições poderão até ser rebaixados, o que acontece, diga-se, também na Europa. Prevê também que os que praticarem gestão temerária serão responsabilizados.

Fonte: globoesporte.com – Postado às 12:47

Comentários

Comentários

Sérgio Leandro
Sérgio Leandro
Administrador de Empresas, especialista em Gestão de Recursos Humanos, Instrutor de cursos na área de Recursos Humanos e Departamento de Pessoal, atuando como Gerente de RH de uma Empresa de Médio Porte. Estudioso em futebol association e idealizador do Bolão Bola na Trave.