SUSPEITA DE MANIPULAÇÃO DE RESULTADOS NA COPINHA

DIEGO SOUZA NEGOCIADO COM O SÃO PAULO
7 de janeiro de 2018
NÁUTICO EMPATA COM ITABAIANA E VAI DECIDIR VAGA NA ARENA PERNAMBUCO
8 de janeiro de 2018

SUSPEITA DE MANIPULAÇÃO DE RESULTADOS NA COPINHA

Equipe sub-20 do Estanciano, ainda antes da disputa da Copinha Divulgação / Estanciano

A Copa São Paulo mais uma vez é alvo de uma grande polêmica. Depois do caso do ‘gato do Paulista’ no ano passado, o torneio deste ano enfrenta denúncia de manipulação de resultados.

O time denunciado é o Estanciano, do Sergipe. A equipe perdeu os dois primeiros jogos pelo mesmo placar de 3 a 2 (para Fortaleza e Volta Redonda) e já está eliminada (encerra a participação nesta quarta, diante do Itapriense). Entre as duas partidas já disputadas, o técnico Ricardo Pereira pediu demissão.

Nesta segunda-feira, o presidente do clube, Sidney Araújo, pediu afastamento do cargo. Pouco depois, a Rádio Capital divulgou dois áudios que comprovam as conversas para manipular o resultado do jogo.

A primeira é entre o presidente, um jogador e um homem chamado Thiago, que seria o representante do grupo chinês que manipula resultados de jogos.

“Os caras são da China. Então esse negócio é de fora, não é do Brasil não. Então eles sempre estão colocando jogador lá”, diz um dos homens.

“Tem que ser o resultado assim, assim, assim. Aí eu passo para os caras e eles fazem. No outro dia o dinheiro está na mão. Os caras depositam ou mandam alguém vir entregar. Não sei bem como funciona. Eu só falo, no outro dia, estando tudo certo, dinheiro na mão ou na conta. E é aquela coisa, nunca fica desempregado”, completa ao ser indagado sobre como funcionaria o esquema.

O áudio é cheio de barulho porque foi gravado em um carro.

Há ainda outra gravação, com um jogador da equipe que confirma as conversas. “A gente se falou um dia antes do jogo. A gente recebeu essa proposta, mas não aceitamos. Nem a gente nem o treinador. Só o gostosinho do quarto aqui do lado aceitou. E o presidente”, diz.

Em conversa com o GloboEsporte.com, o técnico Ricardo Pereira disse que foi procurado pelo presidente do Estanciano e mais dois outros homens, que se diziam empresários, lhe oferecendo R$7 mil mais passagens aéreas para que o time perdesse na estreia. O Estanciano receberia também R$30 mil no acordo.

Nesta segunda, o presidente se afastou do cargo dizendo que o faria para poder se defender e ainda processar as pessoas que atacam a sua imagem.

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 21:42

Comentários

Comentários

Sérgio Leandro
Sérgio Leandro
Administrador de Empresas, especialista em Gestão de Recursos Humanos, Instrutor de cursos na área de Recursos Humanos e Departamento de Pessoal, atuando como Gerente de RH de uma Empresa de Médio Porte. Estudioso em futebol association e idealizador do Bolão Bola na Trave.