BRASIL

BRASIL ELIMINA ALEMANHA NO MUNDIAL SUB-17

Brasil vence Alemanha por 2 x 1 de virada

Um erro na defesa, um pênalti cometido, e a Alemanha abriu o placar aos 20 minutos de jogo. O gol desconcentrou a seleção brasileira, mas, aos poucos, o time de Carlos Amadeu foi se reencontrando em campo. Na volta do intervalo, o Brasil foi para cima, mostrou muita vontade e foi recompensado. Criando chance atrás de chance, os brasileiros chegaram ao empate aos 25 minutos, em pancada de Weverson, e viraram seis minutos depois, e belo chute de fora da área de Paulinho. Com acréscimos até os 53 minutos, a equipe ainda teve que lutar muito, mas segurou o 2 a 1 e comemorou muito a classificação para a semifinal do Mundial sub-17.

Na Semifinal

Depois de eliminar a Alemanha, o Brasil terá a Inglaterra pela frente na semifinal. O confronto será na quarta-feira, às 9h30 (de Brasília), em Guwahati. No mesmo dia, às 12h30 (de Brasília), Mali e Espanha disputam a outra vaga na decisão, em Bombaim.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 15:22

BRASIL MOSTRA SUA FORÇA DE FORTE CANDIDATO

Brasil vence Chile e elimina adversário

A rodada era decisiva apenas para os outros. Mas o Brasil mostrou mais uma vez porque é a melhor seleção da América do Sul no momento. Na arena do Palmeiras, a equipe de Tite controlou o jogo e contou com a qualidade individual de seus jogadores no segundo tempo para vencer e tirar o Chile da Copa do Mundo. Com o triunfo por 3 a 0, gols de Paulinho e Gabriel Jesus (2x), o treinador encerrou a competição invicto com dez vitórias e dois empates. Apenas o desempenho sob o seu comando, com seis jogos a menos, já seria suficiente para colocar o Brasil no primeiro lugar. Agora, é contar os dias até junho de 2018 e esperar o Mundial. A ansiedade é grande. Afinal, partiu Rússia!

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 23:15

BRASIL VENCE E GARANTE TÍTULO SIMBÓLICO DAS ELIMINATÓRIAS

Jogadores do Brasil comemoram gol de Paulinho contra o Equador

Nove jogos, nove vitórias. A campanha perfeita de Tite à frente da seleção brasileira na eliminatória sul-americana para a Copa do Mundo de 2018 foi ampliada nesta quinta-feira, quando a equipe recebeu o Equador na Arena Grêmio, em Porto Alegre, e venceu por 2 a 0, pela 15ª rodada. Paulinho e Philippe Coutinho marcaram os gols para os donos da casa, que foram dominantes durante toda a partida, mas só deslancharam na segunda etapa.

Diante do adversário contra o qual técnico Tite estreou à frente da seleção, o Brasil continua na busca da melhor campanha da história da competição. O posto atualmente pertence à Argentina, que somou 43 pontos no qualificatório para o Mundial de 2002. Com o resultado, a seleção canarinho foi a 36 pontos, restando três jogos.

O que já é garantido é o título simbólico da eliminatória sul-americana, já que a Colômbia, segunda colocada com 25 pontos, não tem mais como alcançar os brasileiros, que conseguem o feito pela terceira vez na história, igualando a Argentina.

A última vez que o time verde e amarelo não somou os três pontos no torneio foi em 29 de março de 2016, no empate por 2 a 2 com o Paraguai, fora de casa. O último revés ocorreu em 28 de outubro de 2015, no 2 a 0 para o Chile.

Já os equatorianos sofrem a terceira derrota consecutiva na eliminatória, estacionam nos 20 pontos e caem para a sétima colocação, fora da zona de classificação e repescagem.

Agora, as duas equipes voltarão a campo pela eliminatória na terça-feira. O Brasil jogará contra a Colômbia, em Barranquilla, às 17h30 (de Brasília), enquanto que o Equador enfrentará a seleção peruana, em Quito, às 18h.

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 08:04

COM DOIS DE DIEGO SOUZA BRASIL DERROTA AUSTRÁLIA EM AMISTOSO POR 4 X 0

Diego Souza celebra após marcar

No jogo que marcou um ano do técnico Tite à frente da seleção, o Brasil goleou fácil a Austrália por 4 a 0, em amistoso em Melbourne, na manhã desta terça-feira.

Com isso, o treinador, que assumiu a equipe em 20 de junho do ano passado, comemora o “aniversário” com uma ótima marca: 10 vitórias em 11 jogos – a única derrota foi para a Argentina, na semana passada, no primeiro amistoso realizado em solo australiano.

O primeiro gol da partida foi marcado pelo meia-atacante Diego Souza, do Sport, que foi titular na vaga de Gabriel Jesus, cortado do amistoso após fraturar a face em um lance contra a Argentina.

O tento de Diego saiu com apenas 12 segundos de partida, logo no primeiro lance do jogo. Com isso, o atleta fez história, anotando o gol mais rápido da história da seleção, batendo a marca que pertencia ao atacante Neymar (14 segundos, contra Honduras, na semifinal do futebol nos Jogos Olímpicos do Rio 2016).

O segundo gol saiu da cabeça do zagueiro Thiago Silva, outro que vai reconquistando seu espaço na seleção. Em bate-rebate na área australiana, o defensor cabeceou na pequena área e viu a bola raspar no travessão e quicar dentro da meta de Langerak.

O placar foi ampliado pelo atacante Taison, que entrou muito bem na partida. Após receber de calcanhar de Paulinho, ele bateu cruzado para fechar o placar em Melbourne.

No último lance, Diego Souza cabeceou escanteio para fechar a goleada: 4 a 0.

Agora, o Brasil volta a campo em 30 de agosto, quando encara o Equador, pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa- 2018, na Arena do Grêmio.

Vale lembrar, porém, que o time canarinho já está classificado para o Mundial da Rússia, e Tite usará os jogos restantes do qualificatório para fazer testes e “fechar a lista” da Copa.

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 09:18

BRASIL PERDE 100% NA ERA TITE COM DERROTA PARA ARGENTINA

Jogadores da Argentina comemoram o gol da vitória

Acabou o aproveitamento de 100% do técnico Tite à frente da seleção brasileira.

Nesta sexta-feira, o Brasil perdeu por 1 a 0 para a Argentina, em bom amistoso que foi acompanhado por 95.569 no Melbourne Cricket Ground, na Austrália.

O zagueiro Mercado, aos 44 do primeiro tempo, foi o responsável pelo único gol da partida, que marcou a boa estreia do técnico Jorge Sampaoli à frente da Albiceleste – ele teve apenas uma semana para treinar o time, mas mostrou bem seu estilo no duelo.

A partida ainda foi marcada por uma chance incrível perdida pelo atacante Gabriel Jesus. Na segunda etapa, ele driblou o goleiro Romero e tinha tudo para empatar o jogo, mas acabou mandando na trave. No rebote, Willian acertou novamente o poste argentino.

Gabriel Jesus durante o amistoso entre Brasil e Argentina

Foi a primeira derrota de Tite no comando do Brasil. Desde sua estreia, o triunfo por 3 a 0 sobre o Equador, em setembro do ano passado, ele havia disputado nove partidas e vencido todas. Na 10ª, porém, o treinador acabou superado pela primeira vez.

Vale lembrar que o Brasil atuou sem Neymar, seu principal jogador, poupado.

O restrospecto dos rivais agora mostra 37 vitórias argentinas, 41 triunfos brasileiros e 25 empates em 103 confrontos. E a Argentina volta a vencer o Brasil pela primeira vez desde 2012. Desde então, eram três partidas, com duas derrotas e um empate dos hermanos.

Agora, as duas seleções voltam a campo nos próximos dias para mais amistosos.

O Brasil pega a Austrália, na terça-feira, novamente às 7h05 (horário de Brasília).

No mesmo dia, mas às 9h, a Argentina encara Cingapura, no 2º jogo de Sampaoli.

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 09:35

DAVID LUIZ ESTÁ DE VOLTA A SELEÇÃO BRASILEIRA

Tite convoca seleção brasileira para amistosos na Austrália (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)

Garantida na Copa do Mundo de 2018 na Rússia com quatro rodadas de antecedência pelas eliminatórias sul-americanas, a seleção brasileira começa uma nova etapa, e o técnico Tite já havia aberto a possibilidade de dar chances a outros jogadores.

Dito e feito.

Em sua primeira lista pós-classificação, o treinador convocou 24 jogadores – um a mais do que o normal – com destaque para o retorno de David Luiz e Gabriel Jesus além das ausências de medalhões como Daniel Alves, Marcelo e Neymar.

Goleiro

Diego Alves (Valencia)
Weverton (Atlético-PR)
Ederson (Benfica)

Laterais

Alex Sandro (Juventus)
Fagner (Corinthians)
Filipe Luís (Atlético de Madrid)
Rafinha (Bayern de Munique)

Zagueiros

David Luiz (Chelsea)
Gil (Shandong Luneng)
Jemerson (Monaco)
Rodrigo Caio (São Paulo)
Thiago Silva (PSG)

Meias

Fernandinho (Manchester City)
Giuliano (Zenit)
Lucas Lima (Santos)
Paulinho (Guangzhou Evergrande)
Philippe Coutinho (Liverpool)
Renato Augusto (Beijing Guoan)
Rodriguinho (Corinthians)
Willian (Chelsea)

Atacantes

Diego Souza (Sport)
Douglas Costa (Bayern de Munique)
Gabriel Jesus (Manchester City)
Taison (Shakhtar Donetsk)

 

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 14:18

DIEGO SOUZA É CONVOCADO MAIS UMA VEZ

Diego Souza tem dez gols na temporada pelo Sport (Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife)

Tite convocou a Seleção Brasileira, nesta sexta-feira, para dois amistosos no mês de junho, contra Austrália e Argentina. Como nas últimas listas, lá estava o nome de Diego Souza, do Sport. Mas, diferentemente das partidas pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, o rubro-negro deve ter mais oportunidades de jogar desta vez. E pode se consolidar, definitivamente, como alternativa viável para a Copa do Mundo da Rússia, em 2018.

O principal motivo é o próprio caráter das partidas. Por mais que, entre eles, esteja um clássico contra a Argentina, os duelos são amistosos. O comandante deve fazer muito mais testes – até para avaliar atletas que não tiveram muitos minutos em campo.

Esse é, exatamente, o caso de Diego Souza. Nas partidas contra Uruguai e Paraguai, o jogador entrou no final. Não atuou mais que cinco minutos em cada uma delas. Mesmo assim, foi elogiado por Tite pela atuação diante da Celeste.

O técnico lembrou que o jogador, mesmo nos acréscimos, criou duas situações de gol.

Neste ano, Diego é o artilheiro do Sport. Em 20 jogos, marcou 10 gols. Nas últimas partidas, porém, ficou de fora por uma lesão muscular na coxa esquerda. Voltou diante do Bahia, na ida da final da Copa do Nordeste, e teve atuação apagada.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 13:15

BRASIL VENCE PARAGUAI E FAZ A ALEGRIA DA TORCIDA

Muita festa dos jogadores e da torcida brasileira (Foto: Genival Paparazzi)

Os resultados da rodada não ajudaram a confirmação pela matemática, mas ninguém é capaz de imaginar uma tragédia de tamanho suficiente para tirar a seleção brasileira da Copa de 2018, na Rússia.

Jogando na Arena Corinthians, em São Paulo, a equipe comandada por tite venceu a oitava partida seguida pelas eliminatórias sul-americanas. A vítima da vez foi o Paraguai, que levou de 3 a 0, com gols de Philippe Coutinho e Neymar, que agora só precisar marcar contra a Venezuela para “zerar” o continente, e Marcelo.

Agora, o Brasil lidera as eliminatórias com 33 pontos, 11 a mais que a Argentina, quinta colocada, e que levaria a vaga para a repescagem. O sexto colocado, Equador, está 13 pontos atrás, com 12 em disputa. Assim, ao menos a vaga na repescagem já está garantida.

O resultado ainda garante a liderança do ranking da Fifa à seleção brasileira, que, com o triunfo, assumiria o posto independentemente da derrota mais cedo da Argentina para a Bolívia.

A seleção cinco vezes campeã do mundo não figurava no topo da lista desde maio de 2010, antes do Mundial da África do Sul. Neste período, a seleção amargou a sua pior colocação na relação da entidade que comanda o futebol: uma 22ª posição em junho de 2013.

Pelas eliminatórias sul-americanas, as duas seleções só voltam a jogar no fim de agosto. No dia 31, o Brasil recebe o Equador, enquanto o Paraguai visita o Chile. Em seguida, no dia 5 de setembro, a seleção brasileira viaja para encarar a Colômbia, enquanto os paraguaios recebem o Uruguai.

Antes, em junho, a equipe de Tite fará dois amistosos na Austrália, primeiro, no dia 9, contra a Argentina, e depois, no dia 13, contra os anfitriões.

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 23:49

BRASIL SILENCIA O CENTENÁRIO COM UM 4 X 1 SOBRE O URUGUAI E VAGA NA RÚSSIA DEVE SAIR NA PRÓXIMA RODADA

Paulinho comemora um de seus gols 

A matemática ainda não garante a Seleção Brasileira na Copa do Mundo da Rússia, mas já é possível comprar as passagens e reservar hotel para o Mundial de 2018.

Pela primeira vez sob o comando de Tite, o Brasil saiu perdendo, mas nem mesmo as místicas do estádio Centenário e da camisa do Uruguai foram capazes de acabar os 100% de aproveitamento brasileiro com o treinador. Paulinho fez três vezes, Neymar fechou o placar com um golaço e o Brasil venceu de forma categórica por 4 a 1.

Com 30 pontos, a vantagem do Brasil sobre o vice-líder Uruguai é de sete pontos. Além disso, desde que as eliminatórias sul-americanas começaram a ser disputadas neste formato, nunca um país ficou fora da Copa após atingir tal pontuação.

Depois de silenciar o Centenário, o Brasil espera fazer a festa contra o Paraguai, na terça-feira, em São Paulo.

Na sequência das eliminatórias sul-americanas, as seleções voltam a jogar na terça-feira. O Brasil vai receber o Paraguai em jogo que acontece na Arena Corinthians, em Itaquera, às 21h45 (de Brasília). Já o Uruguai viaja para encarar o Peru, em partida marcada para começar às 23h15.

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 22:05

BRASIL VENCE JOGO DA AMIZADE CONTRA A COLÔMBIA

brasilDudu foi o autor do gol da seleção Brasileira

Teve homenagem para a Chapecoense e para os sobreviventes da tragédia do ano passado. Teve vários jogadores que atuam no Brasil com chances para mostrar serviço ao técnico Tite. E teve também o que menos importava: vitória e a volta garantida à ponta do ranking da Fifa.

Nesta quarta-feira, no estádio Engenhão, no Rio de Janeiro, a seleção brasileira venceu a Colômbia no Jogo da Amizade por 1 a 0 na abertura de sua temporada

O único gol da partida aconteceu no começo do segundo tempo e foi de Dudu, do Palmeiras.

Na estreia do time em 2017, Tite só pôde convocar atletas que atuam no Brasil. No total, foram 23 atletas chamados. A comissão analisou 48 nomes e também se baseou na condição física dos jogadores.

Com finalidade de arrecadar renda para as famílias das vítimas da tragédia do dia 29 de novembro, o pré-jogo do amistoso também abrigou homenagens.

Sobreviventes, Alan Ruschel, Follmann, Neto e o jornalista Rafael Henzel foram recebidos no gramado. O hino da Chapecoense foi tocado e acompanhado por palmas do público. O quarteto ainda cantou o hino nacional antes do jogo ao lado dos titulares escalados por Tite.

No total, 18.695 pessoas estavam no estádio. A renda foi de 1,2 milhão de reais.

O triunfo fez com que a seleção somasse mais 582 pontos no ranking da Fifa. É o suficiente para ultrapassar a Argentina, que aparecia com 90 pontos de vantagem. É a primeira vez que o Brasil vai liderar a lista desde 2010.

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 23:26

Editores

Sérgio Leandro

Formado em Administração de Empresas, Especialização em RH, Analista em Esportes.
 
Equipe formada por:
 
Enquetes

O desempenho do Brasil nas Olímpiadas Rio 2016 em relação a Londres 2012, 3 Ouros, 5 Pratas e 9 Bronzes vai ser:

  • Melhor (70%, 7 Votes)
  • Pior (20%, 2 Votes)
  • Igual (10%, 1 Votes)

Total Voters: 10

Carregando ... Carregando ...
Parceiros

Arquivos
Facebook Likes