FIFA

FIFA DEFINE CONFRONTOS DO MUNDIAL DE CLUBES 2017

Sorteio Mundial de Clubes (Foto: AFP)

Os times que sonham conquistar o mundo em 2017 conheceram o trajeto que precisarão fazer nesta segunda-feira. Em sorteio realizado em Abu Dhabi, a Fifa definiu os confrontos do Mundial de Clubes, que será realizado em dezembro, nos Emirados Árabes. O campeão da Taça Libertadores enfrentará, nas semifinais, o vencedor do duelo entre o Pachuca, do México, e o campeão africano (a ser definido). E o Real Madrid, vencedor da Liga dos Campeões, pegará quem levar a melhor no confronto entre o campeão asiático e o vitorioso do jogo de abertura, Al Jazira x Auckland City.

O sorteio também determinou as cidades pelas quais cada clube passará no torneio, que retorna aos Emirados Árabes depois de duas edições realizadas no Japão. O campeão da Libertadores jogará na cidade de Al Ain, em 12 de dezembro, e o Real Madrid disputará seu duelo no dia seguinte, em Abu Dhabi – também palco da grande final.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 13:09

NEYMAR, MESSI E CRISTIANO RONALDO VÃO CONCORRER AO PRÊMIO DE MELHOR JOGADOR DO MUNDO DA TEMPORADA

Mais uma vez o trio está entre os finalistas da Bola de Ouro de melhor jogador do mundo

Neymar mais uma vez vai concorrer com Cristiano Ronaldo e Messi ao prêmio de melhor jogador do mundo. Assim como aconteceu há dois anos, em 2015, o craque brasileiro é o intruso da vez entre os dois grandes astros desta geração na disputa pela principal premiação do futebol. O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira pela Fifa no anúncio dos três finalistas do “The Best”, e o vencedor será conhecido dia 23 de outubro, em cerimônia de gala, em Londres.

Assim, Neymar volta a ter a oportunidade de interromper a incrível sequência imposta por Messi e Cristiano Ronaldo, que se alternam entre os vencedores do prêmio da Fifa desde 2008. O último a ser eleito melhor do mundo antes da dupla foi Kaká, após levar o Milan ao título da Liga dos Campeões em 2007.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 11:25

RANKING DE OUTUBRO DA FIFA VAI DEFINIR CABEÇAS DE CHAVES DA COPA, BRASIL SERÁ UM DELES

Atual segundo do ranking da Fifa, Brasil está confirmado como cabeça de chave na Copa do Mundo (Foto: Diego Guichard)

A Fifa divulgou nesta quinta-feira o critério para escolher os cabeças de chave da Copa do Mundo de 2018. Assim como nos últimos dois Mundiais, o ranking da Fifa de outubro (a ser divulgado no dia 16/10) será definitivo para o sorteio. Os sete primeiros colocados, mais a Rússia (país-sede), terão o privilégio na cerimônia marcada para o dia 1º de dezembro, em Moscou.

A ideia é evitar que os pontos conquistados na repescagem (disputada em novembro) tivesse influência na escolha dos cabeças de chave.

Isto significa, portanto, que o Brasil já está confirmado como cabeça de chave, assim como a Alemanha que deverá garantir sua classificação em breve, provavelmente a Bélgica também estará na lista. Portugal e Argentina, terceiro e quarto do ranking atual, ainda correm o risco de não irem à Rússia.

A Fifa manterá a ordem do ranking também para a definição de todos os potes, assim como servirá para apontar os confrontos da repescagem na Europa.

O princípio do sorteio permanece inalterado. Ou seja, seleções de uma confederação não poderão ficar no mesmo grupo, com exceção daquelas da Uefa. Afinal, são 14 equipes europeias, número maior que as oito chaves da competição.

Esta será a penúltima Copa com 32 seleções no formato de oito grupos de quatro (A a H), com duas equipes avançando às oitavas de final. Ela será ampliada para 46 em 2026.

Fonte: Globoesporte.com- Postado às 13:18

FIFA NÃO CONFIRMA CRITÉRIOS PARA CABEÇAS DE CHAVE DA COPA DO MUNDO

Anfitriã de 2018, a seleção da Rússia será cabeça de chave do Grupo A (Foto: Reuters) (Foto: )

A cerca de três meses do sorteio que vai definir os grupos da Copa do Mundo de 2018 (marcada para o dia 1º de dezembro, em Moscou), a Fifa não confirma quais serão os critérios para escolher os cabeças de chave. Nos dois últimos Mundiais, em 2010 e 2014, a entidade usou a edição de outubro do ano anterior de seu ranking.

A ideia nos dois casos era evitar que os pontos conquistados na repescagem (disputada em novembro) tivesse influência na escolha dos cabeças de chave. O GloboEsporte.com perguntou à Fifa se o critério seria mantido ou se haveria alguma mudança para 2018. Resposta de um porta voz da entidade:

– Isto será comunicado no devido tempo.

No regulamento da Copa do Mundo de 2018, a Fifa afirma que levará em consideração “fatores esportivos e geográficos” na hora de definir os cabeças de chave da competição. A única certeza é que a Rússia, por ser o país-sede, ocupará o posto do Grupo A.

Na prática, a Fifa quer atrasar o quanto pode a divulgação dos critérios, para poder “acomodar” o sorteio de acordo com as conveniências – “esportivas e geográficas”. O Brasil, pentacampeão mundial e atual líder do ranking da Fifa, certamente será cabeça de chave.

Além de Rússia e Brasil, as outras seleções já classificadas para a Copa são Bélgica, Irã, México, Rússia, Coreia do Sul, Japão e Arábia Saudita. A próxima edição do ranking da Fifa será divulgada na próxima quinta. O top-10 atual é formado por Brasil, Alemanha, Argentina, Suíça, Polônia, Portugal, Chile, Colômbia, Bélgica e França.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 20:29

FIFA QUER MUNDIAL DE CLUBES COM 16 OU 24 EQUIPES

Marcelo levanta taça do Mundial de Clubes

A próxima edição da Copa das Confederações pode ser a última caso o plano da Fifa para o Mundial de Clubes prospere. A ideia é fazer a competição com 16 ou 24 equipes, a cada dois anos, antes da Eurocopa e da Copa do Mundo. Dessa forma, o torneio substituiria o atual Mundial, que é realizado anualmente em dezembro.

Segundo o As, da Espanha, o projeto está nas mãos dos conselheiros de organização da competição da Fifa, que já teriam convencido o presidente Gianni Infantino. Para a ideia avançar, será necessário que a Conmebol aceite que a Copa América seja disputada no mesmo ano do que a Eurocopa.

Atualmente, o Mundial de Clubes conta com sete equipes: os campeões das seis federações e o campeão do país sede. No novo modelo haveria quatro grupos de quatro equipes, se tivessem 16 times participantes. Já no caso de serem 24 participantes, seriam oito grupos com três clubes cada.

O torneio se chamaria Taça Intercontinental e contaria com a participação dos dois últimos vencedores da Liga dos Campeões, Liga Europa e Copa Libertadores, além de possivelmente contar com os vice-campeões das competições. As outras vagas seriam distribuídas pelos vencedores continentais da Ásia, África, América do Norte e Oceania. No caso de o torneio ter apenas 16 clubes, estas confederações só teriam um representante.

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 20:33

AMÉRICA DO SUL COM 6,5 VAGAS NA COPA DE 2026

Taça da Copa do Mundo da FIFA

A partir de 2026, a Copa do Mundo contará com 48 seleções. Com isso, cada continente ganhará mais lugares na competição, em comparação ao modelo atual, no qual 32 países participam do evento. Nesta terça-feira, ficou definido que a Conmebol, que comanda o futebol na América do Sul, ganhará duas vagas.

Até o momento, o continente conta com quatro vagas diretas para a Copa, com o 5º colocado disputando uma repescagem em busca de um lugar.

Agora, para 2026, serão seis países entrando diretamente, com o 7º tendo nova chance.

A informação foi confirmada pela própria entidade, em redes sociais, e deve ser oficializada em reunião da Fifa na próxima quinta-feira.

O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, comemorou em seus perfis virtuais.

“O futebol sul-americano conseguiu receber um reconhecimento maior no cenário mundial. A partir de 2026, serão 6,5 vagas para a Conmebol”, escreveu, no Twitter, o mandatário.

A Copa de 2026, ainda sem local definido, será a primeira da história com 48 times.

O aumento foi defendido, desde o início, por Gianni Infantino, que assumiu a presidência da Fifa, em 2016, conseguindo emplacar sua ideia.

Uefa (Europa): 16 (55 países membros)
CAF (África): 9,5 (54 países membros)
AFC (Ásia): 8,5 (46 países membros)
Conmebol (América do Sul): 6,5 (10 países membros)
Concacaf (América do Norte, Central e Caribe): 6,5 (35 países membros)
OFC (Oceania): 1 (11 países membros)

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 17:28

FIFA SUGERE DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS PARA A NOVA COPA DO MUNDO

Eleição da sede do Mundial de 2026 será em maio de 2020; divisão de vagas encaminhada

A mesa diretora do Conselho da Fifa – que tem como seus membros o presidente, Gianni Infantino, e os seis mandatários de confederações continentais – se reuniram nesta quinta-feira em Zurique (SUI) para discutir como será feita a expansão da Copa do Mundo a partir de 2026.

Os dirigentes concordaram em uma proposta de divisão de vagas assim: Europa com 16 classificados diretamente; África com nove; Ásia com oito; América do Sul com seis, Américas Central, do Norte e Caribe com seis; e Oceania com uma.

Uma vaga ficará automaticamente com o país-sede, e os dois últimos lugares serão definidos através de um torneio playoff com seis equipes.

Na briga, uma seleção de cada continente – exceto Europa – além de outro país vindo da confederação do país-sede. Dois países serão cabeças-de-chave através do ranking mundial da Fifa e vão enfrentar os vencedores dos dois duelos prévios entre os quatro outros participantes.

Para a Copa de 2026, esse torneio prévio aconteceria em novembro de 2025 no país-sede, segundo a proposta da “elite” do conselho da Fifa.

Agora, em 9 de maio deste ano – dois dias antes do 67º Congresso da Fifa -, em Manama, no Bahrein, o conselho da entidade votará as propostas.

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 18:59

A PARTIR DE 2019 PARA JOGAR A LIBERTADORES TEM QUE POSSUIR EQUIPE DE FUTEBOL FEMININO

femininooExigência faz parte do programa de licenciamento implantado por CBF, Conmebol e Fifa (Foto: Reprodução)

A partir de 2019, os clubes de futebol do Brasil que não tiverem um time feminino disputando competições nacionais estarão proibidos de disputar a Copa Libertadores. Esta é uma das principais exigências do regulamento de licenciamento de clubes da CBF, que foi apresentado nesta quinta-feira aos clubes.

Tal exigência já fazia parte do regulamento de clubes da Conmebol. Dos 20 clubes que vão disputar a Série A em 2017, só sete têm times femininos.

O licenciamento é um conjunto de requisitos que deverão ser cumpridos pelos clubes interessados em participar de competições da CBF, da Conmebol e da Fifa.

Além do futebol feminino, há exigências sobre estrutura (centro de treinamento, estádio), profissionalização de dirigentes, gestão financeira etc. As punições para quem não cumprir vão de multa a exclusão de competições – a mais dura sanção prevista.

– Vocês, clubes, precisam pensar nisso – alertou Reynaldo Buzzoni, diretor de registro da CBF e responsável pela implantação do licenciamento no Brasil.

Marco Aurélio Cunha, diretor de futebol feminino da CBF, defende a exigência de investimento no futebol feminino. E diz que não há desculpa para os clubes não montarem times de mulheres.

– Se os dirigente do futebol masculino não errarem em duas contratações por ano, isso paga um time de uma comissão técnica de bom nível de futebol feminino. A Fifa vai exigir isso de todos. Eu reconheço a dificuldade dos clubes, mas com 5% dos recursos do futebol masculino é possível montar um time feminino.

 Fonte: Globoesporte.com – Postado às 12:43

AGORA É OFICIAL COPA DE 2026 SERÁ COM 48 SELEÇÕES

confidencialDocumento confidencial da Fifa mostra como seria chaveamento na Copa com 48 seleções (Foto: Reprodução)

A nova Copa do Mundo, a ser disputada por 48 seleções a partir de 2026, terá uma overdose de partidas nos primeiros dias de disputa. O novo formato do Mundial não vai alterar o número de estádios (12), nem sua duração (32 dias), e nem o número de jogos dos finalistas (7). Mas vai aumentar o número de jogos dos atuais 64 para 80. A Fifa confirmou a mudança de maneira oficial na manhã desta terça-feira.

– O Conselho Fifa decidiu unanimemente por uma Copa do Mundo com 48 times a partir de 2026: 16 grupos de três times – anunciou em sua conta oficial no Twitter.

As 48 seleções serão divididas em 16 grupos de três times. Os dois melhores de cada chave avançam ao mata-mata. Os 32 então viram 16, que se enfrentam em oitavas de final e assim por diante.

Os grandes clubes europeus são frontalmente contra o inchaço da Copa – batalha que está perdida. Para acomodar tanto jogo em tão pouco tempo, a Fifa espremeu a fase de grupos e a primeira fase eliminatória: serão 48 jogos em 12 dias – ou seja, quatro por dia.

No novo formato, serão quatro jogos por dia nos primeiros 15 dias de Copa (60 no total), e a primeira pausa será apenas no 21º dia de competição. No atual, são disputadas 25 partidas no mesmo período de 15 dias e então há a primeira pausa.

Essas informações fazem parte de um documento enviado pela Fifa para as confederações continentais, no qual estão detalhadas as propostas de inchaço da Copa do Mundo. O GloboEsporte.com teve acesso ao relatório, de 64 páginas.

A Fifa vê dois problemas “esportivos” no novo formato: o tempo de descanso entre os times na primeira fase fica desequilibrado, e a decisão da fase de grupos não ocorre em jogos simultâneos (pelo número ímpar de componentes de cada chave).

Para essa segunda questão, a Fifa levanta uma possibilidade: disputa de pênaltis ao final de cada partida como uma forma de evitar empates. Desta forma, todos os classificados seriam decididos por pontos conquistados e não por outros critérios — como saldo de gols, por exemplo.

Eventuais mudanças no regulamento, como esta disputa de pênaltis em todos os jogos, só serão discutidas mais para a frente. A sede (ou as sedes) da Copa de 2026 será decidida em 2020.

A América do Sul deve ter seis vagas diretas na Copa, com mais uma na repescagem (atualmente são quatro mais uma). Essa divisão para cada continente ainda pode sofrer alterações, mas houve um acordo prévio entre as seis confederações nos seguintes termos:

Uefa: 16 vagas
África: 9,5 vagas
Ásia: 8,5 vagas
Conmebol: 6,5 vagas
Concacaf: 6,5 vagas
Oceania: 1 vaga

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 11:24

CRISTIANO RONALDO LEVA A BOLA DE OURO PELA QUARTA VEZ NA CARREIRA

cristiano-ronaldoCristiano Ronaldo era o favorito ao prêmio de melhor jogador do mundo em 2016

Cristiano Ronaldo fica com o prêmio pela quarta vez em sua carreira. Campeão da Champions League com o Real Madrid e da Eurocopa com a seleção de Portugal, o português era o favorito.

Em seu discurso, Cristiano Ronaldo diz que gostaria que Messi estivesse no evento, mas que entende perfeitamente o motivo da ausência, já que o Barcelona tem um jogo importante pela Copa do Rei na próxima quarta-feira.

Postado às 16:07

Editores

Sérgio Leandro

Formado em Administração de Empresas, Especialização em RH, Analista em Esportes.
 
Equipe formada por:
 
Enquetes

O desempenho do Brasil nas Olímpiadas Rio 2016 em relação a Londres 2012, 3 Ouros, 5 Pratas e 9 Bronzes vai ser:

  • Melhor (70%, 7 Votes)
  • Pior (20%, 2 Votes)
  • Igual (10%, 1 Votes)

Total Voters: 10

Carregando ... Carregando ...
Parceiros

Arquivos
Facebook Likes