LEWIS HAMILTON

HAMILTON VENCE E FICA A UMA VITÓRIA DE SENNA, MASSA É PÓDIO

hamilton 3Lewis Hamilton, novamente, venceu de ponta a ponta em 2015, agora na Itália

O britânico – que liderou os três treinos livres e conquistou a pole position – alcança sua sétima vitória em 2015, a 40ª na carreira, e fica assim a um triunfo de igualar Ayrton Senna, seu ídolo de infância, na terceira colocação geral.

Já empatado com o tricampeão, Sebastian Vettel acabou na segunda colocação em frente à torcida italiana em sua primeira corrida pela Ferrari em casa, e Nico Rosberg completaria o pódio, mas a duas voltas para o final seu motor Mercedes lhe deixou na mão.

Assim, a terceira colocação caiu no colo de Felipe Massa, que ainda precisou segurar a pressão de seu parceiro na Williams, Valtteri Bottas, nas voltas finais.

Lewis Hamilton chega aos 252 pontos e abre ainda mais vantagem no Mundial para seu companheiro de Mercedes, 199, enquanto Vettel sobe para 178 pontos.

Massa, agora, está na quarta posição isolada da classificação com 97 pontos, e Bottas está com 91 – Raikkonen está apenas um acima do compatriota.

A próxima etapa acontece no dia 20 de setembro em Cingapura.

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 10:47

MERCEDES TIRA DE HAMILTON E ENTREGA A NICO ROSBERG GP DE MÔNACO

nicoRosberg conseguiu assumir a liderança apenas nos mintuos finais da corrida

A primeira pole position em Mônaco era um sinal de que Lewis Hamilton poderia ter um fim de semana iluminado, mas não foi o que aconteceu na manhã deste domingo (24). Tudo estava tranquilo para o piloto da Mercedes até poucas voltas para o fim. Liderando sem problemas, o britânico foi para uma segunda parada nos boxes, a pedido da equipe, e voltou em terceiro lugar, o que praticamente “entregou”  a vitória para o companheiro de escuderia Nico Rosberg no sexto GP da temporada da Fórmula 1.

Hamilton largou na frente e dominou toda a prova. Ele iria para uma vitória fácil até Max Verstappen bater forte ao tentar ultrapassar Romain Grosjean e causar a entrada do safety car. A Mercedes chamou o britânico aos boxes acreditando que ele trocaria os pneus e voltaria à pista ainda à frente de Rosberg, mas foi um erro. O inglês entrou na terceira colocação atrás também de Sebastian Vettel.

O britânico tentou compensar na pista. Quando o safety car retornou aos boxes, a oito voltas do fim, ele atacou os rivais, mas não conseguiu ultrapassagens. Teve que se conformar com a terceira colocação, atrás do vencedor Rosberg e do segundo colocado Vettel.

Com o resultado, Rosberg se juntou a outras lendas no circuito do Principado. Com três vitórias consecutivas em Mônaco, ele se juntou a Ayrton Senna, Graham Hill e Alain Prost no número de triunfos seguidos no GP.

A corrida também foi boa para o brasileiro Felipe Nasr, que largou na 14ª colocação e terminou em nono, conquistando dois pontos. Já Felipe Massa não teve a mesma sorte. Após receber um toque de Pastor Maldonado na primeira volta o piloto da Williams fez uma prova de recuperação. Só que o baixo rendimento do carro na pista de Mônaco não ajudou, e Massa teve que se contentar com o 15º lugar.

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 12:26

LEWIS HAMILTON VENCE GP DA AUSTRÁLIA E FELIPE NASR SURPREENDE NA SUA ESTREIA NA FÓRMULA 1

hamilton 1Lewis Hamilton vence o GP da Austrália, na abertura do mundial 2015

Como se esperava, a Mercedes sobrou. Deu um passeio por Melbourne. Com muita tranquilidade, o atual campeão mundial Lewis Hamilton venceu, neste domingo, o GP da Austrália. Nico Rosberg terminou em segundo e garantiu a dobradinha. Mas o grande destaque na corrida de abertura da temporada da Fórmula 1 foi Felipe Nasr. O brasileiro estreou na Sauber mostrando muito talento e segurança com um quinto lugar. Em uma prova de poucas emoções, Nasr teve uma boa largada e não se assustou com a pressão do sempre rápido Daniel Ricciardo, da RBR, durante vários momentos. Foi a melhor estreia entre os 31 pilotos brasileiros que já correram na Fórmula 1.

– Nem eu esperava que fosse assim. Estou muito feliz. Controlar a emoção no final foi muito difícil. Essa é para o Brasil, para quem acreditou em mim. Minha família, meus patrocinadores. É difícil acreditar. É um alívio para mim. Sair com um quinto lugar é sensacional – disse Felipe Nasr.

Felipe Massa também teve um bom resultado. O piloto da Williams terminou em quarto lugar após perder no pit-stop a terceira posição para Sebastian Vettel.

tabela

Fonte: globoesporte.com – Postado às 11:19

LEWIS HAMILTON É BICAMPEÃO MUNDIAL DE FÓRMULA 1

LewisLewis Hamilton é Bicampeão Mundial de Fórmula 1

Faz pouco mais de oito meses desde que Lewis Hamilton e Nico Rosberg deram início, na ensolarada tarde de Melbourne, na Austrália, para o que seria uma das mais acirradas disputas de título da história da Fórmula 1. Nesse meio tempo, muitas dobradinhas, pegas e brigas dentro e fora da pista, que abalaram a estrutura de uma amizade cultivada desde as corridas de kart, na adolescência. E neste domingo, no cair da noite de Abu Dhabi, enfim, a “guerra” chegou ao capítulo final. E quem comemorou foi Hamilton, que se sagrou bicampeão mundial, coroando a conquista com uma incontestável vitória, sua 11ª em 2014.

Em Yas Marina, no entanto, a batalha da dupla da Mercedes durou apenas alguns metros. Se a regra de pontuação dobrada dava esperanças a Rosberg, aumentado as expectativas para a decisão, Lewis tratou de acabar com a festa do companheiro de equipe logo na largada. Em segundo lugar no grid, partiu melhor e engoliu o alemão, assumindo a liderança. Hamilton ainda teve a vida facilitada, já que Nico enfrentou problemas de perda de potência de motor durante a prova e foi despencando no pelotão até cruzar em 14º.

E se engana quem achou que com Lewis na frente desde a primeira volta e Rosberg se arrastando na pista a corrida perderia em emoção. E o responsável para injetar uma dose de adrenalina na prova foi Felipe Massa. O brasileiro chegou a liderar em duas ocasiões antes de suas paradas nos boxes e nas voltas finais apostou em uma tática diferente para tentar a vitória. No fim, Massa ficou a apenas 2s5 de Hamilton, cruzando a linha de chegada e um honroso segundo lugar, sua melhor colocação desde o GP do Japão de 2012. Seu companheiro de Williams, Valtteri Bottas terminou em terceiro, colocando dois pilotos do time no pódio pela primeira vez desde o GP de Mônaco de 2005.

Resultado Final do grande prêmio de Abu Dhabi 2014

Resultado GP de Abu Dhabi (Foto: GloboEsporte.com)
Fonte: globoesporte.com – Postado às 12:50

HAMILTON VENCE E MERCEDES É CAMPEÃ DE CONSTRUTORES

MercedesHamilton passeou na Rússia, igualou Mansell, e Mercedes levou Mundial de Construtores

O primeiro Grande Prêmio da Fórmula 1 na Rússia já está na história. Lá, neste domingo, Lewis Hamilton passeou, levou de novo a melhor sobre o companheiro de equipe Nico Rosberg e não só venceu como igualou ninguém menos que o lendário Nigel Mansell no número de triunfos. De quebra, a dobradinha entre inglês e alemão garantiu o título do Mundial de Construtores à Mercedes restando ainda três provas para o fim da temporada.

Felipe Massa, que saiu em 18º, fez uma prova de recuperação e ia bem até que teve de ir para os boxes pela segunda vez trocar os pneus, o que o fez perder várias posições e acabar a corrida apenas em 11º lugar, ou seja, fora da zona de pontuação.

Seu parceiro de Williams, no entanto, o finlandês Valteri Bottas foi muito bem e cruzou em terceiro, fechando o pódio, aliás, seu quinto em 2014 contra apenas um do brasileiro.

Hamilton, agora, soma 31 vitórias na categoria (nove em 2014), mesma quantidade que Mansell, britânico como ele e campeão da Fórmula 1 em 1992, com a Williams. Mais: o piloto, campeão em 2008, com a McLaren, foi a 291 pontos e ampliou de dez para 17 sua vantagem na liderança do Mundial, já que Rosberg chegou a 274.

Juntos, elem fazem a Mercedes, que contabilizou em Sochi sua nona dobradinha no ano, ter 565 pontos e não poder ser mais alcançada pela Red Bull, que com os sétimo e oitavo lugares de Daniel Ricciardo e Sebastian Vettel, respectivamente, foi a 342. Logo, são 223 de vantagem sendo que, no máximo, uma equipe pode, se conseguir três dobradinhas nas três etapas que restam, ganhar 129 pontos.

A Fórmula 1 agora dá uma pausa de três semanas. A próxima etapa, antepenúltima do Mundial de 2014, será o Grande Prêmio dos Estados Unidos, que será disputado em 2 de novembro. Depois, restarão as corridas no Brasil e nos Emirados Árabes Unidos, respectivamente nos dias 9 e 23 do mesmo mês.

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 11:06

É GRAVE O ESTADO DE SAÚDE DE JULES BIANCHI PILOTO DE FÓRMULA 1

JulesJules Bianchi tem 25 anos e é piloto da Marussia (Foto: Reuters)

O francês Jules Bianchi, da Marussia, sofreu um grave acidente a dez voltas do fim do GP do Japão de Fórmula 1, vencido por Lewis Hamilton, da Mercedes, debaixo de forte chuva. O piloto de 25 anos atingiu um guindaste que removia a Sauber de Adrian Sutil na saída da curva 130R da pista de Suzuka. Inconsciente, Bianchi foi levado ao centro médico do autódromo e logo transferido para o Hospital Universitário de Mie, localizado a 17km do circuito. Por causa das condições climáticas, a equipe médica da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) preferiu fazer o transporte de ambulância, e não de helicóptero. Em razão da gravidade, a transmissão oficial da F-1 evitou exibir imagens do acidente e do resgate.

Pai do piloto, Philippe Bianchi disse a TVs francesas que o filho está passando por uma cirurgia na cabeça e seu estado é grave.

Testemunha ocular do acidente de Bianchi, Sutil confirmou a gravidade da situação, mas preferiu não se alongar:

– A situação de Bianchi é crítica. Espero que ele esteja em boas mãos. Eu estava em pé ali perto. Não quero dar detalhes – disse o piloto da Sauber.

O acidente ocorreu a nove voltas do fim. Primeiramente, a corrida foi paralisada com safety car. Um carro médico entrou rapidamente no circuito para efetuar os primeiros atendimentos ao piloto. Detectada a gravidade, uma ambulância foi acionada e a corrida foi interrompida com bandeira vermelha e, em seguida, encerrada. Jules não respondia às mensagens do rádio, o que logo gerou apreensão na equipe Marussia. O temor tomou conta do paddock. Os semblantes de pilotos, mecânicos e dirigentes denunciavam o clima de tensão.

A cerimônia do pódio foi realizada por protocolo, mas não contou com o tradicional banho de champanhe. A vitória ficou com Lewis Hamilton (Mercedes). Nico Rosberg (Mercedes) e Sebastian Vettel (RBR) completaram o pódio. Felipe Massa terminou em sétimo.

Fonte: globoesporte.com – Postado às 08:37

HAMILTON VENCE GP DE CINGAPURA E ASSUME LIDERANÇA DO MUNDIAL DE PILOTOS

Hamilton

Na noite de Cingapura, a sorte iluminou Lewis Hamilton e deixou Nico Rosberg às escuras. Com problemas no câmbio de sua Mercedes, o alemão ficou parado no grid na saída para a volta de apresentação e precisou largar do pit lane. Na corrida, o drama persistiu: ainda com problemas, Nico arrastava-se na pista e mal conseguia acompanhar os últimos colocados. No primeiro pit stop, seu câmbio travou de vez e ele precisou abandonar. Dos boxes, assistiu a Hamilton vencer pela sétima vez no ano e lhe tomar a liderança do Mundial de Pilotos. Restando apenas cinco etapas para o fim da temporada, o inglês chegou aos 241 pontos, enquanto Rosberg ficou estacionado nos 238.

Mas não pense que Hamilton teve vida fácil sem a presença de Nico na pista. O britânico liderava a prova com tranquilidade, mas a entrada do safety car na metade da prova quase mudou a história da corrida. Enquanto alguns pilotos aproveitaram a paralisação para fazer um pit stop e outros já tinham usado os dois tipos de pneus e poderiam ir até o final, Lewis só havia utilizado os supermacios e precisaria fazer mais uma parada. Com isso, precisou pisar fundo para abrir vantagem para Sebastian Vettel, Daniel Ricciardo, da RBR, e Fernando Alonso, da Ferrari, que vinham logo atrás. O britânico levou os pneus até o limite, foi para os boxes nas voltas finais, mas acabou perdendo a ponta para o tetracampeão da RBR. Com compostos macios, rapidamente deu o bote, reassumiu a primeira colocação, e venceu. Vettel e Ricciardo seguraram a pressão de Alonso e fecharam o pódio.

Felipe Massa terminou em quinto e foi um dos grandes destaques da prova. O brasileiro da Williams partiu da quinta colocação em razão do problema de Nico e chegou a perder posições para Kimi Raikkonen (Ferrari), Kevin Magnussen e Jenson Button (McLaren). Massa ultrapassou a dupla da McLaren na pista e superou o Homem de Gelo nos boxes. Durante a entrada do safety car, o paulista preferiu não parar nos boxes e tinha a missão de levar os pneus até o fim por quase 40 voltas. Apesar do diretor da Pirelli dizer que era impossível, Massa conseguiu a façanha. Seu companheiro Valtteri Bottas, que tentava o mesmo, não conseguiu. Na última volta, estava em sexto, mas não resistiu à pressão do pelotão que segurava, e despencou para 11º, ficando sem pontos.

Resultado final:

1)    Lewis Hamilton    Mercedes    2h00m04s795
2)    Sebastian Vettel    RBR/Renault    13s534
3)    Daniel Ricciardo    RBR/Renault    14s273
4)    Fernando Alonso    Ferrari    15s389
5)    Felipe Massa    Williams/Mercedes    42s161
6)    Jean-Eric Vergne    STR/Renault    56s801
7)    Sergio Perez    Force India/Mercedes    59s038
8)    Kimi Raikkonen    Ferrari    1m00s641
9)    Nico Hulkenberg    Force India/Mercedes    1m01s661
10)    Kevin Magnussen    McLaren/Mercedes    1m02s230
11)    Valtteri Bottas    Williams/Mercedes    1m05s065
12)    Pastor Maldonado    Lotus/Renault    1m06s915
13)    Romain Grosjean    Lotus/Renault    1m08s029
14)    Daniil Kvyat    STR/Renault    1m12s008
15)    Marcus Ericsson    Caterham/Renault    1m34s188
16)    Jules Bianchi    Marussia/Ferrari    1m34s543
17)    Max Chilton    Marussia/Ferrari    1 volta
–    Jenson Button    McLaren/Mercedes    Abandonou
–    Adrian Sutil    Sauber/Ferrari    Abandonou
–    Esteban Gutierrez    Sauber/Ferrari    Abandonou
–    Nico Rosberg    Mercedes    Abandonou
–    Kamui Kobayashi    Caterham/Renault    Não largou

Fonte: globoesporte.com – Postado às 11;54

NICO ROSBERG AMPLIA FESTA ALEMÃ NO ESPORTE

rosbergCom capacete em homenagem ao tetra da seleção, Rosberg vence GP da Alemanha (Foto: Reuters)

Que semana para Nico Rosberg! Em poucos dias, o alemão viu sua seleção ganhar a Copa do Mundo, casou, renovou contrato com a Mercedes e, para coroar, venceu de ponta a ponta o GP da Alemanha, ampliando sua liderança na temporada 2014. Mas apesar da vitória de Nico diante de sua torcida, quem roubou a cena no circuito de Hockenheim foi seu companheiro de equipe Lewis Hamilton. Depois de bater no treino e ser punido com cinco posições no grid por trocar o câmbio, o britânico fez uma corrida espetacular, saindo na 20ª colocação para cruzar a linha de chegada na terceira colocação, logo atrás de Valtteri Bottas, da Williams, uma das grandes revelações da temporada.

resultado final

1) Nico Rosberg             (ALE/Mercedes), 67 voltas em 1h33m42s914
2) Valtteri Bottas            (FIN/Williams-Mercedes)         + 20s789
3) Lewis Hamilton          (ING/Mercedes)                       + 22s530
4) Sebastian Vettel        (ALE/Red Bull-Renault)            + 44s014
5) Fernando Alonso       (ESP/Ferrari)                            + 52s467
6) Daniel Ricciardo        (AUS/RBR-Renault)                 + 52s549
7) Nico Hulkenberg        (ALE/Force India-Mercedes)   + 1m04s178
8) Jenson Button           (ING/McLaren-Mercedes)        + 1m24s711
9) Kevin Magnussen      (DIN/McLaren-Mercedes)        – 1 volta
10) Sergio Pérez            (MEX/Force India-Mercedes)  – 1 volta
11) Kimi Raikkonen        (FIN/Ferrari)                            – 1 volta
12) Pastor Maldonado   (VEN/Lotus-Renault)               – 1 volta
13) Jean-Eric Vergne     (FRA/STR-Renault)                 – 1 volta
14) Esteban Gutiérrez    (MEX/Sauber-Ferrari)             – 1 volta
15) Jules Bianchi            (FRA/Marussia-Ferrari)           – 1 volta
16) Kamui Kobayashi     (JAP/Caterham-Renault)         – 2 voltas
17) Max Chilton              (ING/Marussia-Ferrari)            – 2 voltas
18) Marcus Ericsson      (SUE/Caterham-Renault)        – 2 voltas

Abandonaram:   
Adrian Sutil  (ALE/Sauber-Ferrari)                               47 voltas
Daniil Kvyat (RUS/STR-Renault)                                  44 voltas
Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault)                        26 voltas
Felipe Massa  (BRA/Williams-Mercedes)                  0 voltas 

Fonte: globoesporte.com – Postado às 11:33

LEWIS HAMILTON ASSUME LIDERANÇA DO MUNDIAL DE FÓRMULA 1

hamilton Lider

Lewis Hamilton viveu um domingo especial. Neste domingo, o piloto da Mercedes desfilou pelo circuito de Montmelò e, pela primeira vez em sua carreira, ganhou o GP da Espanha. A quarta vitória consecutiva nesta temporada o levou a assumir a liderança do Mundial, superando Nico Rosberg, seu companheiro de equipe e segundo colocado na prova. Felipe Massa terminou em 13º, bem atrás de Valteri Bottas, seu companheiro na Williams. O finlandês.foi o quinto, à frente das duas Ferraris.

Em 2014, Hamilton só não venceu o GP da Austrália, quando abandonou a prova. As vitórias na Malásia, Bahrein e agora na Espanha o levaram aos 100 pontos, três a mais do que Rosberg. Para quem esperava uma aproximação dos demais concorrentes do ritmo dos carros da Mercedes, o resultado em Montmelò esfriou as esperanças.

Esta foi a quarta dobradinha da Mercedes na temporada. A equipe lidera o Mundial de Construtores com uma diferença de mais de cem pontos sobre seu concorrente mais próximo.

Veja a classificação completa do GP da Espanha:

1. Lewis Hamilton (ING/Mercedes) – 1h41min05s155
2.  Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – a 0s6
3. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull) – a 49s0
4. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) – a 1min16s7
5. Valteri Bottas (FIN/Williams) – a 1min19s2
6. Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – a 1min27s7
7. Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari) – a 1 volta
8. Romain Grosjean (FRA/Lotus) – a 1 volta
9. Sergio Pérez (MEX/Force India) – a 1 volta
10. Nico Hulkenberg (ALE/Force India) – a 1 volta
11. Jenson Button (ING/McLaren) – a 1 volta
12. Kevin Magnussen (DIN/McLaren) – a 1 volta
13. Felipe Massa (BRA/Williams) – a 1 volta
14. Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso) – a 1 volta
15. Pastor Maldonado (VEN/Lotus) – a 1 volta
16. Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber) – a 1 volta
17. Adrian Sutil (ALE/Sauber) – a 1 volta
18. Jules Bianchi (FRA/Marussia) – a 2 voltas
19. Max Chilton (ING/Marussia) – a 2 voltas
20. Marcus Ericsson (SUE/Caterham) – a 2 voltas

Não completaram:

Kamui Kobayashi (JAP/Caterham), Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso)

Fonte: Uol Esportes – Postado às 11:23

LEWIS HAMILTON VENCE GP DA CHINA

hamiltonLewis Hamilton comemora a vitória no pódio do GP da China (Foto: Getty Images)

Se na corrida anterior, no Bahrein, Lewis Hamilton teve que suar para conter as investidas de Nico Rosberg e sair vitorioso, neste domingo, no GP da China, o britânico da Mercedes não deu a mínima chance para os adversários. Largando na pole position, faturou a prova com extrema facilidade, de ponta a ponta. Com o terceiro triunfo seguido em quatro corridas, o campeão mundial de 2008 chegou aos 79 pontos no campeonato, mas mesmo assim não assumiu a liderança do campeonato, pois seu companheiro Nico Rosberg completou a dobradinha das Flechas de Prata. O alemão, que se recuperou após ter caído para a sétima posição na largada, passou a prova sem que a equipe pudesse ler os dados da telemetria de seu carro. Com o 25º triunfo na carreira, Hamilton ultrapassou a lenda Juan Manuel Fangio e se igualou a outros dois gigantes, Jim Clark e Niki Lauda, como o oitavo piloto com mais vitórias na Fórmula 1. No primeiro GP sob o comando do novo chefe da Ferrari, Marco Mattiacci, o espanhol Fernando Alonso, com uma atuação consistente, levou o carro vermelho a um inédito pódio em 2014.

Felipe Massa, que chegou a ser tocado por Alonso na largada, poderia estar brigando com o espanhol por um lugar no pódio, mas um problema em seu primeiro pit stop prejudicou completamente sua corrida. Os mecânicos da Williams tiveram dificuldades para fixar as rodas traseiras de seu carro e o brasileiro ficou uma “eternidade” nos boxes, caindo para a última posição. No fim, completou em 15º, longe da zona de pontuação.

Fonte: globoesporte.com – Postado às 08:22

Editores

Sérgio Leandro

Formado em Administração de Empresas, Especialização em RH, Analista em Esportes.
 
Equipe formada por:
 
Enquetes

O desempenho do Brasil nas Olímpiadas Rio 2016 em relação a Londres 2012, 3 Ouros, 5 Pratas e 9 Bronzes vai ser:

  • Melhor (70%, 7 Votes)
  • Pior (20%, 2 Votes)
  • Igual (10%, 1 Votes)

Total Voters: 10

Carregando ... Carregando ...
Parceiros

Arquivos
Facebook Likes