OLIMPÍADA RIO 2016

BLOG FEZ UMA GRANDE COBERTURA DA OLIMPÍADA RIO 2016

Ontem o Blog concluiu sua cobertura da Olimpíada Rio 2016 com a certeza de ter realizado um grande trabalho e proporcionado a nossos fãs e leitores a oportunidade de acompanhar as informações dos jogos e de todas as modalidades disputadas na Rio 2016. Foram 17 dias de competições para ficar na história de que ama o esporte e 35 dias de muito trabalho de quem teve o desejo de realizar um grande projeto, e foi pensado neste grande evento do esporte mundial que o Blog reuniu uma equipe que entende de esportes para uma grande cobertura.

Um canal no zap deixava toda a equipe integrada com informações, resultados das partidas, comentários e as conquistas de medalhas. Amigos também participaram do grupo, mas apenas como leitores das informações, os que deixavam antenados sobre tudo que estava ocorrendo na Olimpíada.

Sérgio Leandro, Alexandre Farias, Cristiano Bezerra, Emanuel Rodrigues, Halyson Muniz, Nathália Alves, Rafael Noronha, Raphael Britto e Sandro Roberto integraram a equipe nesta grande cobertura do esporte mundial.

O resultado nos deixou satisfeito e por que não dizer emocionado do dever cumprido. Nosso País realizou uma das maiores olimpíadas com uma vibração e um calor humano típico do povo brasileiro. Durante estes 17 dias, torcemos, gritamos, nos emocionamos, vencemos e perdemos, mais de cabeça erguida, da maneira de como deve ser encarado o esporte. Celebração aos vitoriosos com o ouro, prata ou bronze, mas também aplausos aos que lutaram e não conseguiram estar no pódio dos campeões, mas tornaram as conquistas dos vencedores marcas para ficar na história.

Em breve estaremos cobrindo a Para-Olimpíada com o mesmo brilho e profissionalismo que integra está equipe. Novos projetos estão por vir com o objetivo de manter nossos fâs e leitores informados do mundo esportivo.

Postado às 13:55

MANTENDO A SUPREMACIA ESTADOS UNIDOS É OURO NO BASQUETE MASCULINO

eua 2Pela 15ª vez, jogadores do EUA comemoram o ouro no basquete (Foto: REUTERS/Shannon Stapleton)

Não há melhor resposta do que aquela feita na prática. Se havia alguma dúvida sobre a capacidade dos 12 jogadores escolhidos para representar os Estados Unidos nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, a final do torneio masculino de basquete serviu como um recado para o mundo: “Vocês não são páreo para a gente” poderia ser a resposta de uma seleção que começou cercada de incertezas diante da desistência de nomes de peso da NBA, a liga americana, como LeBron James e Stephen Curry. Mas o celeiro de talentos é interminável em uma modalidade dominada desde os seus primórdios pelos americanos.

Neste domingo, na Arena Carioca 1, em uma reedição da decisão do Mundial de 2014, ignoraram a Sérvia, destruíram um time que complicou sua vida na primeira fase, venceram por 96 a 66 e colocaram a 15ª medalha de ouro em 19 possíveis na história do evento. A Espanha ficou com o bronze.

Fonte: Globoesporte.com

SUÍÇO AGORA É OURO NO MOUNTAIN BIKE

bikeNino Schurter vibra muito com o seu primeiro título olímpico no mountain bike (Foto: REUTERS/Paul Hanna)

O suíço Nino Schurter bateu na trave duas vezes: bronze em Pequim 2008 e prata em Londres 2012, perdendo o ouro para o tcheco Jaroslav Kulhavy na última Olimpíada. Desta vez, no Rio de Janeiro, o ciclista conseguiu dar o troco no adversário. Na pista de mountain bike, no Parque Radical, em Deodoro, ele sagrou-se campeão olímpico pela primeira vez na carreira com o tempo de 1h33m28s.

– Não pensei sobre as últimas corridas ou preparação, mas fizemos o possível para essa corrida. Antes de começar, estava um pouco nervoso com os pneus, com a pressão, estava com um pouco de dúvida, mas tinha minha equipe, que me ajudou muito – contou o novo campeão olímpico.

Os brasileiros ficaram distantes de buscar um lugar ao pódio. Enquanto Henrique Avancini ficou na 23ª colocação, o experiente Rubens Donizete foi o 30º colocado.

bike 2Largada da prova masculina no Centro Olímpico de Mountain Bike (Foto: REUTERS/Paul Hanna)

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 16:33

UMA CENA LAMENTÁVEL NA LUTA OLÍMPICA NESTE DOMINGO

luta 1Seminus, treinadores da luta olímpica da Mongólia protestam contra marcação da arbitragem (Foto: Reuters)

Uma cena inusitada foi vista neste domingo na luta olímpica. Diferentemente do habitual, não foi um golpe que chamou a atenção do público no Arena Carioca 2 e sim a “quase nudez” de dois técnicos da Mongólia. Irritados com a penalidade por falta de combatividade para o atleta Mandakhnaran Ganzorig – que acabou decidindo a luta em favor do rival, Ilkhativor Navruzov, do Uzbequistão – os dois treinadores invadiram o tapete e começaram a tirar as roupas.

Em vão, os árbitros tentaram conter a dupla, que seguiu o striptease quase até o fim – ficando apenas de sunga, enquanto o público se dividia entre vaias e aplausos. A fúria não se resumiu ao tapete de lutas. Ao passar pela zona mista aos prantos, Ganzorig chutou a grade que o separava dos jornalistas. O combate valia a decisão da medalha de bronze na categoria 65kg. Apesar dos protestos, o atleta uzbeque foi declarado vencedor.

O ouro na categoria até 65kg estilo livre ficou com o russo Soslan Ramonov, que derrotou Toghrul Asgarov, do Azerbaijão na final. Completou o pódio o cubano naturalizado italiano Frank Chamizo, que venceu o americano Frank Molinaro na disputa do outro bronze da categoria.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 16:16

UM OURO MEMORÁVEL DO VÔLEI MASCULINO DO BRASIL

bruno 2Final – Brasil x Itália – Rio 2016 (Foto: Reuters/Yves Herman )

A volta no tempo estava programada para 2004. Era aquela cor de medalha que o Brasil queria repetir. Remanescente da geração de Atenas, Serginho, de 40 anos, foi convencido a deixar a aposentadoria e emprestar um pouco daquele espírito à seleção da Rio 2016. Depois de ter derrubado na Liga Mundial, em meados de julho, todos os rivais que estariam no torneio olímpico, a equipe parecia estar apta a cumprir a missão depois do quase em Pequim 2008 e Londres 2012. Até inesperada mudança de rumo. As derrotas para os EUA e para a Itália a empurraram para a parede. A queda na primeira fase e a chance de ficar em nono lugar, igualando a pior campanha de 1968, existiam. Mas veio a reação. França, Argentina e Rússia caíram na sequência. Faltavam só os italianos. O grand finale estava reservado para um Maracanãzinho lotado. Doze anos depois. Neste domingo, a seleção mostrou quem mandava ali. Se impôs e fez a torcida lembrar dos velhos e bons tempos com a vitória por 3 sets a 0 (25/22, 28/26 e 26/24).

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 16:04

ESPANHA CONQUISTA BRONZE NO BASQUETE MASCULINO

espanhaPau Gasol e os companheiros comemoram o bronze da Espanha (Foto: Shannon Stapleton / Reuters)

Não foi por acaso que a Espanha se tornou uma força no basquete mundial. Depois de dois vice-campeonatos seguidos, a sua seleção masculina de basquete voltou a subir ao pódio olímpico neste domingo, no Rio de Janeiro, ao bater a Austrália por 89 a 88, na Arena Carioca 1, em um jogo com emoção até os segundos finais e mais uma exibição de excelência de seu símbolo: Pau Gasol. Ele terminou com 31 pontos e 11 rebotes, comandando uma campanha de recuperação para escrever mais um capítulo de sua história de glórias na modalidade.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 14:03

ESTADOS UNIDOS É BRONZE NO VÔLEI MASCULINO

ouroEquipe americana comemora a vitória na disputa pelo bronze (Foto: Yves Herman / Reuters)

Depois de sentirem o gosto do ouro em Pequim em 2008 e ficarem longe em Londres 2012, os Estados Unidos voltaram ao pódio agora no Rio de Janeiro e comemoraram bastante a medalha de bronze no vôlei masculino em 2016. No duelo dos dois últimos campeões olímpicos, a seleção americana conseguiu uma ótima virada e venceu a Rússia, por 3 sets a 2, 23/25, 21/25, 25/19, 25/19 e 15/13, neste domingo de manhã, no Maracanãzinho. Festa americana e também da torcida brasileira, que manifestava o seu apoio antes da final contra a Itália.

A jovem equipe dos EUA, que perdeu para a Itália na semifinal, conquistou sua quinta medalha na história da modalidade entre os homens, sendo a segunda de terceiro lugar, além de três títulos. O bronze coroa o bom desempenho dos americanos no Rio, time que teve atuações convincentes, incluindo uma vitória sobre o Brasil na primeira fase. Neste domingo, a força ofensiva de Matthew Anderson, que fez 18 pontos em cortadas, e de Priddy, com 17 pontos, fez a diferença e superou um sólido bloqueio russo.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 13:36

QUÊNIA É OURO TAMBÉM NA MARATONA MASCULINA

queniaEliud Kipchoge foi o campeão no Rio de Janeiro (Foto: Sergio Moraes / Reuters)

A bateria da escola de samba da União da Ilha estava presente no Sambódromo, local da largada e chegada da maratona da Rio 2016. Mas quem ditou o ritmo da prova masculina de 42,195km foi a chuva e os corredores da África, com o queniano Eliud Kipchoge (2h08m04s) chegando em primeiro e o etíope Feyisa Lilesa (2h09m54s) com a prata. O penetra no pódio africano foi Galen Rupp, dos Estados Unidos, que terminou em terceiro (2h10m05s). Já os brasileiros Paulo Roberto Paula obteve a 15ª posição, Marilson dos Santos, a 59ª,  e Solonei Rocha, a 78ª. Kipchoge completou o percurso em 2h08m44s, conquistando assim sua sexta vitória em seis maratonas disputadas.

– Estava um pouco lenta a prova, então eu decidir tomar a frente. Talvez tenha sido a chuva, talvez não. Todos querem a medalha. Vim aqui para o ouro. Foi incrível para nós. Os quenianos vão ficar muito felizes. É histórico, a primeira vez que o Quênia vence a maratona masculina e a feminina na mesma Olimpíada. É o melhor momento da minha vida – contou Kipchoge, lembrando que Jemina Sumgong foi a campeã no Rio.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 13:21

Editores

Sérgio Leandro

Formado em Administração de Empresas, Especialização em RH, Analista em Esportes.
 
Equipe formada por:
 
Enquetes

O desempenho do Brasil nas Olímpiadas Rio 2016 em relação a Londres 2012, 3 Ouros, 5 Pratas e 9 Bronzes vai ser:

  • Melhor (70%, 7 Votes)
  • Pior (20%, 2 Votes)
  • Igual (10%, 1 Votes)

Total Voters: 10

Carregando ... Carregando ...
Parceiros

Arquivos
Facebook Likes