OLIMPÍADAS RIO 2016

SELEÇÃO BRASILEIRA AFASTA CRISE E SEGUE EM BUSCA DO OURO

gabrielBrasil desencantou e garantiu a classificação em primeiro lugar no Grupo A

Quando souberam que seus filhos valorosos sofriam no campo chamado Fonte Nova, todos os santos e orixás da Bahia acudiram. Eles estiveram presentes nas milhares de pessoas presentes naquele estádio, passando boas energias aos 11 meninos no gramado; também se manifestaram nos passes precisos de Renato Augusto, na calma de Rodrigo Caio, nos cruzamentos de Zeca e Douglas Santos; acarinharam Neymar; corrigiram a mira de Gabriel Jesus e Gabriel. Em Salvador, quando o risco de um vexame era real, tudo se acertou, e a seleção olímpica goleou a Dinamarca por 4 a 0, classificando-se para as quartas de final dos Jogos do Rio de Janeiro.

Classificado em primeiro lugar, o Brasil viaja para São Paulo, onde enfrenta a Colômbia no próximo sábado, às 22h (de Brasília), na Arena Corinthians. Apesar da derrota, a Dinamarca se classificou na segunda posição e vai encarar a Nigéria no mesmo dia, em Salvador, às 16h.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 00:05

HANDEBOL FEMININO PERDE DA ESPANHA

handebol 1Marta Mangué foi um dos destaques da Espanha na vitória (Foto: André Durão/Globoesporte.com/NOPP)

A torcida empurrou, o time brasileiro vibrou e não se entregou em momento algum. Mas, do outro lado, estava a Espanha. Medalhistas de bronze em Londres 2012, as europeias quebraram o encanto da seleção feminina de handebol, calaram a torcida e venceram por 29 a 24 nesta quarta-feira, na Arena do Futuro; fizeram as meninas conhecerem a primeira derrota na Olimpíada do Rio. Preciso nos dois primeiros jogos, o Brasil não funcionou bem, principalmente no ataque. E sofreu com um dia inspirado da goleira Navarro e da armadora Cabral, que destruiu ofensivamente e deu muito trabalho ao lado de Pena, autora de oito gols nas redes de Babi e Mayssa.

Uma vitória garantiria as brasileiras nas quartas de final, mas a derrota não é um pesadelo. Com mais dois duelos pela frente, contra Angola e Montenegro, o Brasil precisa vencer um jogo ou até empatar um deles para ficar entre os quatro e avançar para o mata-mata dependendo da combinação de resultados do Grupo A. O primeiro confronto decisivo será na sexta-feira, diante das angolanas, até agora a grande surpresa da Olimpíada. O jogo será às 9h30, na Arena do Futuro.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 11:51

NADADORA JOANA MARANHÃO É AGREDIDA NAS REDES SOCIAIS

panJoanna levou a medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos, em Toronto, no Canadá
(Foto: AFP)

A nadadora Joana Maranhão, de 29 anos, informou nesta terça-feira (09) que irá processar internautas que invadiram suas redes sociais para lhe ofender após ela ter sido eliminada na prova de natação dos 200 metros medley, ficando de fora da semi-final da modalidade por apenas cinco centésimos. Em suas redes sociais, Joanna foi chamada de “perdedora” e também foi atacada por seus posicionamentos políticos.

Os ataques foram intensificados ontem, mas começaram no sábado (06) quando ela postou no Facebook uma mensagem de agradecimento à torcida depois de fazer sua estreia na Olimpíada. Segundo Joanna, a advogada dela já registrou os nomes e dados pessoais de quem a ofendeu e vai denunciá-los.

“A todos os perfis verdadeiros que vieram até aqui denegrir, ofender e xingar: muito obrigada! Fiquei em silêncio permitindo que vocês se sentissem à vontade enquanto o advogado coletava nome, dados e CPF de cada um. A partir da próxima semana, estaremos entrando com ação na Justiça, com todas as provas (inclusive cobertura da imprensa). Trata-se de uma causa ganha e com esse dinheiro estaremos potencializando as ações da ONG Infância Livre.Sendo assim: muito obrigada! O ódio de vocês será revertido para uma boa causa; combate à pedofilia”, escreveu a nadadora em seu perfil no Facebook.

Fonte: Fonte: Correia da Bahia – Postado às 08:25

MARIANA SILVA COM EMOÇÃO ESTÁ NA SEMI DO JUDÔ CATEGORIA 63 KG

marianaMariana teve que lutar muito para superar a israelense

A judoca Mariana Silva sofreu para passar pela cabeça de chave israelense Yarden Gerbi, mas foi recompensada pela insistência. No golden score (morte súbita), a atleta conseguiu um yuko e garantiu vaga na semifinal da categoria até 63kg.

As semifinais são a partir das 15:30 hs, no bloco da tarde.

Postado às 12:56

POLO AQUÁTICO FEMININO DO BRASIL PERDE NA ESTREIA

polo aquatico 2A partida contra a Itália marcou a estreia da modalidade em Olimpíadas (Foto: Reuters)

Antes de qualquer outra coisa, é bom avisar. O polo aquático no Brasil, especialmente o feminino, ainda engatinha e está longe do nível técnico das potências mundiais. A manhã desta terça-feira marcou a estreia da seleção das mulheres em Jogos Olímpicos, e a adversária foi a Itália, medalha de ouro em Atenas-2004 e medalha de bronze no Mundial do ano passado. Por isso, o resultado de derrota por 9 a 3 pode, sim, ser considerado positivo.

O próximo compromisso das meninas do Brasil será nesta quinta-feira, contra a Rússia. A segunda da terceira aula dessa novidade chamada Olimpíada para o polo aquático feminino.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 12:32

AUSTRÁLIA CONFIRMA FAVORITISMO NO RUGBY FEMININO E LEVA O OURO

1 - IMG-20160804-WA0012Uma grande final e um título mais do que merecido. Na final olímpica de rugby feminino, a Austrália, campeã da última temporada da Série Mundial de Sevens, e campeã da primeira edição feminina da Copa do Mundo de Sevens, em 2009, voltou a ser pioneira e confirmou uma temporada inesquecível derrotando a Nova Zelândia por 24 x 17.

Antes da grande final, Deodoro assistiu um belo jogo entre Canadá e Grã-Bretanha valendo a medalha de bronze. E a honra de subir no pódio ficou com as canadenses, que fizeram um jogo perfeito e se impuseram, fazendo valer o favoritismo prévio. Uma indiscutível vitória canadense por 33 x 10.

Na disputa pelo quinto lugar, os Estados Unidos conquistaram uma inspiradora vitória por 19 x 5 de virada. Já o sétimo lugar ficou com a Espanha, que despachou Fiji por 21 x 0.

Classificação final
1 – Austrália – OURO
2 – Nova Zelândia – PRATA
3 – Canadá – BRONZE
4 – Grã-Bretanha
5 – Estados Unidos
6 – França
7 – Espanha
8 – Fiji
9 – Brasil – classificado à Série Mundial de Sevens 2016-17
10 – Japão
11 – Quênia
12 – Colômbia

rugby 1Emma Tonegato, da Austrália, passa fácil por Kayla McAlister da Nova Zelândia  (Foto: Phil Noble/Reuters)

Postado às 08:46

O QUE MARCOU A SEGUNDA-FEIRA DA NATAÇÃO E DA CANOAGEM SLALOM

4 - IMG-20160804-WA0009O terceiro dia da natação foi bastante movimentado, com quatro finais. As semifinais da prova dos 200m medley – feminino foi a última prova do dia.

Na final da prova dos 100m costa feminino, o ouro ficou com a dama de ferro, a húngara Katinta Hosszú, a prata com a americana Kathleen Baker e o bronze com a canadense Kylie Masse, os atletas fizeram os tempos de, 58,45, 58,75 e 58,76 respectivamente.

Na final dos 200m livre masculino, o ouro ficou com o chinês Sun Yang, a prata com o sul africano Chad le clos, e o bronze com o americano Conor Dwyer, os atletas fizeram os tempos de, 1:44,65, 1:45,20 e 1:45,23.

A final dos 100m peito feminino, o ouro ficou com a americana Lilly King, a prata ficou com o russa Yuliya Efimova e o bronze com o americana Katie Meili, as atletas fizeram os tempos de, 1:04,93, 1:05,50 e 1:05,69 respectivamente.

Na final da prova dos 100m costas masculino, o ouro ficou com o americano Ryan Murphy, a prata ficou com o chinês Xu Jiayu e o bronze com o americano David Plummer, os atletas fizeram os tempos de, 51,97, 52,31 e 52,40.

Já na prova dos 200m livre feminino, tivemos a participação da brasileira Manuella Lyrio, com o tempo de 1:57,38, com esse resultado a brasileira se classificou para as semifinais, a melhor classificada nas baterias foi a americana Katie Ledecky, com o tempo de 1:55.01. Nas semifinais a brasileira fez o tempo de 1:57,43, com esse resultado não se classificou para final, o melhor tempo das semifinais ficou com a sueca Sarah Sjostrom, com o tempo de 1:54,65.

A prova dos 200m borboleta masculino, que em suas baterias tiveram as participações dos brasileiros, Leonardo de Deus e Kaio Marcio, os atletas fizeram o tempo de 1:55,98 e 1:56,45, o melhor tempo das baterias ficou com o atleta da Hungria Tamás Kenderesi, com o tempo de 1:54,73. Nas semifinais os atletas brasileiros não se saíram bem na prova Leonardo fez o tempo de 1:56,77 e Kaio fazendo 1:57,45, os brasileiros ficaram em 13ª e 14ª posição. O melhor tempo da semi final, ficou com o húngaro Tamás Kenderesi com o tempo de 1:53,96.

Na prova dos 200m medley feminino, a única representante do Brasil na prova, foi a pernambucana Joana Maranhão, que na bateria ficou com tempo de 2:13,06, com esse tempo não conseguiu sua classificação na semifinal, a melhor classificada nas baterias foi a húngara Katinka Hosszú, com o tempo de 2:07,45. Nas semifinais o melhor tempo ficou com a britânica Siobhan-Marie O´Connor, ela fez o tempo de 2:07,57 o segundo melhor tempo ficou com a húngara Katinta Hosszú, fazendo o tempo de 2:08,13, e o terceiro melhor, ficou com a americana, Madeline Dirado, com o tempo de 2:08,91.

Canoagem

No segundo dia de prova na canoagem, com provas da canoagem slalom, tiveram os estilos de canoa dupla- masculino e caiaque individual feminino.

Na modalidade de canoa dupla masculino, na fase preliminar, tivemos a participação da dupla brasileira, Charles Correa e Anderson Oliveira, que fizeram o tempo de 1:46,14, com esse resultado os brasileiros se classificaram para as semifinais. O melhor tempo dessa fase ficou com a dupla da Eslováquia, Ladislav e Peter Skantar, com o tempo de 1:40,89. As semifinais estão programadas para dia 11/08, às 12:30 hs.

Na modalidade de Caiaque individual feminino, o Brasil teve a participação da atleta Ana Sátila, que ficou na 17ª colocação, com o tempo de 1:50,80, com esse tempo a brasileira não se classificou para as semifinais. O melhor tempo dessa fase ficou com a italiana Stefanie Horn, fazendo o tempo de 1:39,07. As semifinais estão programadas para o dia 11/08, às 13:15 hs.

Postado às 08:14

RIVAL DE ZANETTI ESTÁ FORA DA FINAL DAS ARGOLAS

yuiriYuri van Gelder foi retirado da Vila Olímpica e mandado de volta para a Holanda (Foto: Reprodução/Instagram)

A Olimpíada do Rio de Janeiro acabou mais cedo para Yuri van Gelder. O ginasta de 33 anos foi retirado da delegação da Holanda nesta segunda-feira e enviado de volta para seu país. Ídolo, amigo e rival do brasileiro Arthur Zanetti, ele comemorou a classificação para a final das argolas em uma noitada e admitiu o consumo de bebidas alcoólicas. Por má conduta, o Comitê Olímpico da Holanda retirou o ginasta da Olimpíada.

– Foi uma decisão muito difícil, mas este comportamento é inaceitável. É terrível para o Yuri, mas não temos outra escolha diante de tamanha violação dos nossos valores – disse Maurits Hendriks, chefe de missão da Holanda, aos jornais do país.

Yuri foi campeão mundial das argolas em 2006, quando Arthur Zanetti ainda era juvenil. O brasileiro até hoje tem o holandês como ídolo. Os dois são amigos e mantém contato. Yuri é casado com uma brasileira e fala português. Em 2009, ele sofreu uma suspensão por consumo de cocaína. Na época.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 23:43

NO TÊNIS UMA DUPLA SEGUE E OUTRA DA ADEUS AOS JOGOS OLÍMPICOS

5 - IMG-20160804-WA0008A dupla brasileira de tênis formada por André Sá  e Thomaz Belucci foi eliminada nas oitavas de final ao perder para os italianos Fábio Fognini e Andreas Seppi por 2 x 1 com parciais de 5-7, 7-5 e 6-3. Para Fognini, vale o destaque, travei um duelo particular contra a torcida.

Já Marcelo Melo e Bruno Soares tiveram uma noite especial, a dupla mineira bateu os sérvios Novak Djokovic e Nenad Zimonjic por 2 x 0, com um duplo 6-4 e asseguraram classificação às quartas de finais.

A favorita a medalha de ouro, Serena Willliams não se abalou com sua eliminação no torneio de duplas e se reabilitou diante da francesa Alize Cornet número 48 do mundo, ontem ao lado de sua irmã Venus foram eliminadas para as tchecas Lucie Safarova e Barbara Strycova por 2 x 0.

Postado às 23:28

DUPLA BRASILEIRA DO TÊNIS ACABA PARTICIPAÇÃO DE NOVAK DJOKOVIC NA OLIMPÍADA

novakNovak Djokovic viu sua participação na Olimpíada do Rio chegar ao fim

Marcelo Melo e Bruno Soares estão nas quartas de final do torneio de duplas da Olimpíada do Rio de Janeiro. Os brasileiros se classificaram com a vitória nesta segunda-feira sobre os sérvios Novak Djokovic e Nenad Zimonjic por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/4, em um jogo que teve 1h13min de duração.

O resultado acaba com a participação de Djokovic no Rio. Campeão dos três Grand Slam que disputou no ano até agora, o número 1 do ranking da ATP já havia se despedido do torneio de simples na Olimpíada ao perder para o argentino Juan Martin Del Potro no domingo. A derrota o fez deixar a quadra chorando.

Djokovic até poderia optar por seguir no Rio de Janeiro e tentar a sorte nas duplas mistas, mas ele garantiu depois da partida desta terça que não fará isso. O que não significa que a história dele em Olimpíada acabou. “Espero estar em Tóquio, mas ainda faltam quatro anos”, disse o sérvio.

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 22:49

Editores

Sérgio Leandro

Formado em Administração de Empresas, Especialização em RH, Analista em Esportes.
 
Equipe formada por:
 
Enquetes

O desempenho do Brasil nas Olímpiadas Rio 2016 em relação a Londres 2012, 3 Ouros, 5 Pratas e 9 Bronzes vai ser:

  • Melhor (70%, 7 Votes)
  • Pior (20%, 2 Votes)
  • Igual (10%, 1 Votes)

Total Voters: 10

Carregando ... Carregando ...
Parceiros

Arquivos
Facebook Likes