STJD

FIGUEIRENSE TEM PEDIDO DE IMPUGNAÇÃO DE PARTIDA NEGADO

O Figueirense teve negada a solicitação de impugnação da partida contra o Palmeiras, no estádio Orlando Scarpelli. O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol, STJD, Ronaldo Piacente, rejeitou na tarde desta quarta o pedido do time catarinense. Em sua análise, o presidente entendeu que não “houve erro de direito”, conforme compreendia o time catarinense. Para o pr

Desta forma, o caso será arquivado e o processo não será encaminhado para julgamento. A informação foi confirmada pelo STJD.

– Ele entendeu pelos erros de “fato” e não de “direito”, era uma possibilidade que a gente tinha atentado, é uma questão subjetiva. Era uma afronta literal à regra. É até similar ao Palmeiras e Flamengo, onde o Rever toca a bola dentro da área e quase sai um gol do Palmeiras. Era uma questão de entendimento do Ronaldo (Piacente) e ele indeferiu a nossa solicitação – disse, o advogado do Figueirense, no Rio de Janeiro, Renato Brito.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 15:37

AGORA É A VEZ DO FIGUEIRENSE BAGUNÇAR O BRASILEIRO

figueirenseIgor Benevenuto foi o responsável pela arbitragem no Scarpelli (Foto: Luiz Henrique/Figueirense FC)

Depois de o Fluminense solicitar a anulação do Fla-Flu,é a vez do Figueirense entrar no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) pedindo a anulação de uma partida no Brasileirão. O clube catarinense também se sentiu prejudicado pelos supostos erros de arbitragem na partida diante do Palmeiras, na derrota por 2 a 1 no último domingo, no Orlando Scarpelli, e anunciou o requerimento na Justiça por meio de conta oficial em uma rede social, no começo da noite desta terça-feira. A diretoria alvinegra convocou uma coletiva para pronunciar-se na quarta-feira, às 12h30.

A solicitação do Figueirense está baseada nos Artigos 84 e 259 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. Para entrar com o pedido de impugnação da partida, o setor jurídico do Figueirense se baseia no primeiro deles, que permite ao clube encaminhar a solicitação diretamente para o presidente do STJD, Ronaldo Piacente.

No Artigo 259, “das infrações relativas à arbitragem”, está registrado que ” a partida, prova ou equivalente poderá ser anulada se ocorrer, comprovadamente, erro de direito relevante o suficiente para alterar seu resultado”.

O Figueirense busca a anulação do jogo contra o Palmeiras por entender que há provas para tal (clube chegou a divulgar um vídeo com erros e supostas falhas da arbitragem). Protocolada a solicitação, cabe ao presidente do STJD analisar o pedido e decidir se o caso será julgado.

Segundo a assessoria do Figueirense, a ação foi protocolada por volta das 19h, desta terça-feira, no Rio de Janeiro, no STJD. O responsável pelo caso é o advogado Renato Brito, representante legal do clube catarinense no Rio, junto com o departamento jurídico em Florianópolis.

Entenda o caso

Em derrota para o Palmeiras, no último domingo, por 2 a 1, o Figueirense reclamou muito do trio de arbitragem, liderado por Igor Benevenuto. São três reclamações pontuais sobre a atuação da arbitragem, expostas pela comissão técnica e também pela diretoria alvinegra. O lance da penalidade máxima assinalada sobre Gabriel Jesus, na disputa pelo alto com Bruno Alves; uma possível cobrança de lateral em que a bola não teria entrado no campo de jogo e que, na sequência da jogada, originou o segundo gol do time paulista; e um pênalti não marcado sobre Rafael Silva, na reta final da partida.

Com declarações fortes, o presidente Wilfredo Brillinger chegou a dizer que os erros do juiz eram “coisas preestabelecidas” para o jogo, e que todo o Campeonato Brasileiro está manchado por conta disso. O assessor da presidência do clube, o ex-jogador Branco, afirmou que o revés do Alvinegro foi na “mão grande”.

Como prova de indignação, o Figueirense fez um vídeo – publicado em seu site oficial – com uma compilação dos supostos erros do trio de arbitragem.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 21:40

CBF ACATA DECISÃO DO STJD E SUSPENDE A PARTIDA FLAMENGO X FLUMINENSE

stjdPartida ficou parada por cerca de 12 minutos

A CBF aceitou nesta terça-feira (18) a suspensão da partida entre Flamengo e Fluminense pelo Campeonato Brasileiro, acatando pedido do STJD, e alterou a tabela da competição, tirando três pontos do clube rubro-negro referentes à vitória por 2 a 1 na última semana – até que o processo seja julgado pelo pleno do tribunal. Desta forma, ele aparece com 57 pontos na classificação, o que deixa o Palmeiras com sete de vantagem na liderança.

O Fluminense entrou na justiça solicitando a anulação do resultado, com a acusação de que houve interferência externa na anulação de um gol de Henrique. O auxiliar Emerson de Carvalho assinalou impedimento inicialmente, mas o árbitro Sandro Meira Ricci confirmou o gol. No entanto, após uma confusão que durou quase 12 minutos, Ricci voltou atrás anulou a jogada, supostamente por conta de um aviso de um delegado da CBF, segundo informação da TV Globo.

O árbitro irá negar o contato com o delegado da CBF ao STJD, conforme apurou o blog do Rodrigo Mattos. Ricci repetirá a versão da história apresentada por ele à comissão de arbitragem da CBF.

O trio que cuidou do clássico carioca garantiu à comissão que não houve interferência externa. Emerson e Ricci não chegaram a uma conclusão sobre o que decidir no momento, mas após um lembrete de Marcelo Van Gasse, auxiliar que estava do outro lado do campo, lembraram a instrução da CBF que, em caso de dúvidas, deveria ser levada em conta a primeira impressão – que foi de impedimento.

A comissão de arbitragem da CBF condenou a demora para que o trio tomasse uma decisão no Fla-Flu e pediu o afastamento do árbitro Sandro Meira Ricci, pré-selecionado para a Copa do Mundo de 2018, do restante do Campeonato Brasileiro.

Fonte: Uol Esportes Futebol – Postado às 12:52

STJD RATIFICA PUNIÇÃO E SPORT VAI JOGAR DE PORTÕES FECHADOS

Punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com a perda de um mando de campo, por conta de uma briga de sua organizada contra o Coritiba, em setembro, o Sport teve o seu recurso julgado e negado nesta quinta-feira. Assim, o Leão precisará jogar com os portões fechados, mas ainda não se sabe contra quem. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) deve se pronunciar ainda nesta quarta-feira.

sso porque o Sport enfrenta o Atlético-PR neste domingo e a diretoria do clube precisa da definição, para saber se podem comercializar entradas. Caso não cumpra contra o Furacão, o Leão a pena será paga diante do Corinthians, dia 29 de novembro.

De acordo com o advogado Oswaldo Sestário, que acompanhou o julgamento, o Resultado do julgamento foi de cinco votos pela punição contra um a favor da absolvição.

O vice-presidente do clube, Arnaldo Barros, explicou como se deu a votação e revelou que o relator do processo foi o único a votar para que o Sport não perdesse o mando de campo, mas acabou não sendo seguido pelos outros membros da mesa.

Ainda de acordo com o dirigente rubro-negro, a expectativa do clube é de que a punição seja cumprida neste domingo, contra o Atlético-PR. Isso porque o Sport vendeu a partida contra o Corinthians para a Arena Pernambuco.

– Evidentemente que queremos logo. A tendência é que a renda do jogo contra o Corinthians seja maior do que a do Atlético-PR. Ainda não sabemos. O tribunal não determina o jogo. Só pune. Agora é com a CBF.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 12:51

SÃO PAULO PODE SER REBAIXADO

iagoContratação de Iago Maidana pode gerar punição ao clube

A Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) confirmou nesta sexta-feira denúncia contra o São Paulo por causa da contratação do zagueiro Iago Maidana. O julgamento do caso ainda não tem data marcada, mas o clube tricolor corre risco de sofrer punições pesadas que vão desde a proibição de contratações na próxima janela de transferências até o seu rebaixamento.

Além do time tricolor, Criciúma e Monte Cristo-GO, também envolvidos na controversa transferência, podem ser penalizados com as mesmas sanções.

O acordo foi fechado ainda durante a gestão de Carlos Miguel Aidar, que renunciou à presidência são-paulina na última terça-feira.

Na época, a equipe pagou R$ 2,4 milhões por 60% dos direitos econômicos de Iago Maidana, registrado por somente dois dias no Monte Cristo-GO. Para chegar ao time da terceira divisão goiana, o defensor foi adquirido ao Criciúma por um fundo de investidores chamado Itaquerão Soccer por R$ 800 mil, em situação proibida pela Fifa a partir desta temporada.

Após as denúncias, a CBF exigiu que todas as partes envolvidas enviassem documentos da negociação.

O caso Iago foi um dos estopins para a crise que se instalou no São Paulo e teve como um de seus desdobramentos a agressão física do então vice de futebol Ataíde Gil Guerreiro a Aidar, em reunião da diretoria. O cartola acabou sendo exonerado em seguida e viu diversos outros dirigentes seguirem o seu caminho.

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 17:42

SPORT JOGA COM APOIO DA TORCIDA DOMINGO

torcida

A punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) ao Sport, com a perda de um mando de campo, numa partida da Série A, não será cumprida neste domingo, quando o Leão recebe a Chapecoense, na Ilha do Retiro. O departamento jurídico do Sport agiu rapidamente e conseguiu um efeito suspensivo, anulando a decisão.

O Sport alegou ao STJD que havia iniciado as vendas de ingressos para a partida. E ficaria complicado mudar a programação a três dias do jogo ser realizado. Com isso, os torcedores que compraram ingressos para o encontro poderão se dirigir para a Ilha sem atropelos. O confronto ocorre no domingo, às 18h30.

A princípio, o Sport cumprirá a punição no jogo contra o Avaí, no dia 14 de outubro, mas a ideia do departamento jurídico é derrubar a pena. Os dirigentes esperam a publicação do acórdão para recorrer da decisão.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 19:48

STJD RATIFICA PERDA DE PONTOS DO SAMPAIO CORRÊA

O STJD manteve a perda de seis pontos do Sampaio, pela escalação irregular do volante Curuca na primeira rodada da Copa do Nordeste. O julgamento do recurso do Tricolor foi realizado na tarde desta quinta-feira e a pena foi mantida após seis votos favoráveis, contra apenas um para a absolvição do time maranhense.

O Tricolor já tinha sido condenado em primeira instância, no julgamento da Terceira Comissão Disciplinar, quando, por unanimidade, o time maranhense foi punido. Após a decisão, a diretoria do Tricolor conseguiu o efeito suspensivo da punição até a decisão desta quinta-feira.

Com a perda dos pontos, o Sampaio, que liderava o grupo B com 11 pontos, passa a ter somente cinco pontos e cai para a terceira colocação. Para avançar na Copa do Nordeste o Tricolor agora depende de uma vitória diante do Sport, na próxima quinta-feira, além de uma combinação de resultados.

Para garantir a classificação em primeiro do grupo B, o Sampaio terá que torcer para o Coruripe não vencer o Socorrense. Caso isso aconteça, o Tricolor tentará avançar como um dos três melhores segundos colocados, dependendo de uma série de combinações de resultados.

Fonte: globoesporte.com – Postado às 20:37

SAMPAIO CORRÊA CONSEGUE EFEITO SUSPENSIVO E RECUPERA PONTOS

O Sampaio obteve um efeito suspensivo, recuperando os seis pontos perdidos na última quarta-feira após o julgamento do STJD sobre a escalação do volante Curuca, na primeira rodada da Copa do Nordeste. A decisão foi expedida pelo relator Décio Neuhaus e o caso voltará a pauta na próxima quinta-feira, quando será julgado o recurso do Tricolor maranhense.

– Pediram o efeito suspensivo e foi concedido até a realização do julgamento do recurso. É possível que a norma levada tenha uma interpretação dúbia. A decisão final teremos somente no dia do julgamento do pleno – explicou o relator Décio Neuhaus.

No histórico de Décio no STJD está a participação no julgamento da Portuguesa, pela escalação irregular do meia Heverton no Brasileirão de 2013. Na ocasião, o relator votou a favor da manutenção da punição ao clube paulista.

Com a decisão, o Sampaio recupera os seis pontos perdidos até o julgamento do recurso. Dessa forma, o Tricolor assume a liderança do grupo B da Copa do Nordeste, com oito pontos. Antes do julgamento do recurso, a equipe ainda volta a campo para enfrentar o Socorrense, na próxima rodada do Nordestão.

Fonte: globoesporte.com – Postado às 21:09

SPORT VIRA LÍDER DO GRUPO B COPA NORDESTE

Parece filme repetido, mas é uma nova história. Mudando apenas o ator principal, o Sport mais uma vez teve a sua situação na Copa do Nordeste simplificada por conta do Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Se no ano passado o Leão fez o Botafogo-PB perder quatro pontos por conta da escalação de dois jogadores de maneira irregular na primeira rodada do torneio, neste ano foi a vez do Sampaio Corrêa cair nas garras do departamento jurídico do Leão.

No ano passado, o atacante Thiaguinho e o volante Pio, do Botafogo-PB entraram em campo para enfrentar o Sport na primeira rodada da Copa do Nordeste, mas ainda não tinham sido regularizados pelo clube paraibano. O nome dos dois só apareceu no Boletim Informativo Diário da Confederação Brasileira de Futebol dias depois do jogo entre as duas equipes.

Na ocasião, o Sport não vivia um bom momento na Copa do Nordeste e acabou contando com essa “ajuda” do Botafogo-PB para crescer na competição. O Leão acabou se classificando para a segunda fase na segunda com mais tranquilidade. Os quatro pontos perdidos pelo Botafogo acabaram deixando os paraibanos exatamente quatro pontos atrás dos pernambucanos.

Fonte: globoesporte.com – Postado às 21:56

CASO DO REBAIXAMENTO DA PORTUGUESA EM 2013 PODE TER NOVOS DESDOBRAMENTOS

lusaManuel da Lupa, ex-presidente da Portuguesa

Afundada em dívidas e na pior situação da sua vida, a Portuguesa pretende ter um resultado da investigação do “caso Héverton” no final deste ano. Com o que se descobriu até agora, a diretoria deve entrar na Justiça para cobrar o ex-presidente Manuel da Lupa de uma indenização que deve passar de R$ 30 milhões.

Medida que ganha força depois que o Ministério Público, segundo informações publicadas pelo jornal “O Estado de S. Paulo’, chegou à conclusão que funcionários do clube permitiram a escalação do jogador em “troca de vantagens financeiras”.

De acordo com o vice-presidente jurídico, José Luiz Almeida, o clube tem se dedicado em apurar o que foi feito de errado do ponto de vista administrativo e, nesse sentido, as chances do ex-cartola se livrar são muito pequenas.

“Não sabemos ainda qual será o fim, não terminamos. Mas tudo indica para isso. Será uma cobrança de indenização por tudo que o Da Lupa causou de danos ao clube. Por enquanto, não é calculável, mas pode passar de R$ 30 milhões. É uma coisa que tem que sentar com toda a diretoria para definir. Ver tudo que aconteceu desde a entrada do jogador até hoje e ver quanto isso custou aos cofres do clube”, disse, em contato com a reportagem.

“Se você conta os dois rebaixamentos, a gente já chega a valores enormes. Mas há também o dano moral que ele causou, que vai ter que ser bem calculado”, completou.

Com uma ação na Justiça, Manuel Da Lupa conseguiu uma liminar para que o inquérito não fosse votado no conselho antes que ele fosse ouvido. O ex-presidente foi chamado para dar depoimento, mas não compareceu. No processo, alegou problemas de saúde. Então, antes do resultado, o ex-cartola terá de ir ao Canindé dar a sua versão dos fatos.

Foi o presidente do Conselho, Marco Antônio Teixeira, quem revelou a busca por uma indenização contra o ex-dirigente, ao site do Globo Esporte, nesta terça-feira.

“Ao que tudo indica, o resultado mostrará um erro administrativo e vamos responsabilizá-lo civil e criminalmente. Um processo de no mínimo R$ 30 milhões”, disse.

Fonte: ESPN.com.br – Postado às 10:26

Editores

Sérgio Leandro

Formado em Administração de Empresas, Especialização em RH, Analista em Esportes.
 
Equipe formada por:
 
Enquetes

O desempenho do Brasil nas Olímpiadas Rio 2016 em relação a Londres 2012, 3 Ouros, 5 Pratas e 9 Bronzes vai ser:

  • Melhor (70%, 7 Votes)
  • Pior (20%, 2 Votes)
  • Igual (10%, 1 Votes)

Total Voters: 10

Carregando ... Carregando ...
Parceiros

Arquivos
Facebook Likes