VETTEL E FERRARI ESTÃO DE VOLTA AS VITÓRIAS

vettelNo pódio, Sebastian Vettel bate calcanhares para celebrar vitória no GP da Malásia (Foto: AFP)

Nunca subestime um tetracampeão mundial. Nem a mais vitoriosa equipe da história da Fórmula 1. Sebastian Vettel está de volta, a Ferrari também. No GP da Malásia deste domingo, o alemão desbancou Lewis Hamilton, da Mercedes, e chegou ao seu primeiro triunfo pela escuderia de Maranello com apenas duas corridas em sua nova casa. A equipe não vencia desde maio de 2013, e o piloto, desde novembro desse mesmo ano. Pelo rádio o chefe Maurizio arribane celebrou: “O número 1 está de volta. A Ferrari está de volta!”. Vettel respondeu em italiano: ” Grazie Mille! (Muito Obrigado)” No pódio, o sorriso largo era a prova da realização de um sonho de infância: vencer com o macacão vermelho. Para terminar, após o hino da Alemanha, Seb regeu o hino da Itália, repetindo o gesto de seu maior ídolo, Michael Schumacher. Definitivamente, a mistura piloto alemão e equipe Ferrari dá liga.

E para bater as aparentemente imbatíveis Mercedes, a Ferrari adotou uma estratégia certeira: preferiu manter Vettel na pista, enquanto Lewis Hamilton e Nico Rosberg pararam nos boxes durante o período de safety car, logo no início da corrida em razão de uma rodada de Marcus Ericsson, da Sauber. Mas o triunfo não seria possível se Vettel não mostrasse um ritmo impressionante durante toda a prova, relembrando seus áureos tempos de RBR. No fim, a Mercedes jogou fora as últimas chances de vitória do britânico ao optar por um jogo de pneus duros, mais lentos que os compostos médios, no terceiro e último pit stop do bicampeão. Com isso, um contrariado Hamilton teve que se conformar com a segunda posição, seguido do companheiro de equipe Rosberg, que fechou o pódio.

Começando do sétimo lugar no grid, Felipe Massa ganhou posições graças a uma boa largada e fez uma prova consistente. No entanto, Felipe viu novamente a Williams prejudicar sua prova. Dessa vez foram os mecânicos, que se enrolarem em seu último pit stop, fazendo-lhe perder segundos preciosos e ver o parceiro Valtteri Bottas colar no fim. Na última volta, Massa protagonizou um acirrado duelo com o finlandês, mas acabou sendo superado, terminando em sexto.

Nasr, por sua vez, após uma estreia histórica em Melbourne, teve um fim de semana onde tudo deu errado. Além dos problemas enfrentados com o carro da Sauber, o jovem de 22 anos danificou o bico no incidente com Kimi, precisou fazer um pit stop a mais e cruzou apenas na 12ª colocação, fora da zona de pontuação.

Fonte: globoesporte.com – Postado às 08:01

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Editores

Sérgio Leandro

Formado em Administração de Empresas, Especialização em RH, Analista em Esportes.
 
Equipe formada por:
 
Enquetes

O desempenho do Brasil nas Olímpiadas Rio 2016 em relação a Londres 2012, 3 Ouros, 5 Pratas e 9 Bronzes vai ser:

  • Melhor (70%, 7 Votes)
  • Pior (20%, 2 Votes)
  • Igual (10%, 1 Votes)

Total Voters: 10

Carregando ... Carregando ...
Parceiros

Arquivos
Facebook Likes