ESTUDOS PODE DEFINIR EM MARÇO COPA DO MUNDO DE 2022 COM 48 SELEÇÕES

PERNAMBUCO ESPORTIVO NOVIDADE DO BLOG
26 de dezembro de 2018
RADAR DOS ESPORTES ESTREIA NO BLOG
26 de dezembro de 2018

ESTUDOS PODE DEFINIR EM MARÇO COPA DO MUNDO DE 2022 COM 48 SELEÇÕES

Estádio Lusain, palco do jogo de abertura e da final da Copa do Mundo do Catar 2022 — Foto: Divulgação

A Copa do Mundo vai crescer. Isso é fato. Na edição de 2026, organizada em conjunto por Estados Unidos, México e Canadá, o número de seleções passará de 32 para 48. Mas o presidente da Fifa, Gianni Infantino, tenta antecipar a mudança para o Mundial do Catar. A ideia é que em 2022 mais 16 países participem. Só que a matemática não é simples, por mais de uma razão.

Na atual programação, o Catar terá oito estádios para 64 partidas. Se o número de seleções aumentar, serão 80 jogos. Está aí o primeiro problema. Seria preciso mais espaço para receber a competição. Os gramados não suportariam tantos jogos. Por exemplo: o estádio Lusail, palco da abertura e da final, também deve receber pelo menos mais sete partidas na configuração atual, num total de nove.

Significa que o Catar teria de dividir a organização do Mundial com outras nações do Golfo Pérsico. Isso num momento de conflito diplomático com os vizinhos. Em junho de 2017, Arábia Saudita, Emirados Árabes, Bahrein e Egito se uniram contra o Catar. Implementaram um boicote radical. O Catar foi acusado de estar do lado de terroristas, algo que o governo negou.

O embargo econômico aumentou os custos do Mundial e prejudicou a economia catari, mas não afetou significativamente o ritmo das obras em estádios e na infraestrutura do país pra sediar o evento.

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 20:37

Sérgio Leandro
Sérgio Leandro
Administrador de Empresas, especialista em Gestão de Recursos Humanos, Instrutor de cursos na área de Recursos Humanos e Departamento de Pessoal, atuando como Gerente de RH de uma Empresa de Médio Porte. Estudioso em futebol association e idealizador do Bolão Bola na Trave.