154 VITÓRIAS CONSECUTIVAS E QUASE 10 ANOS DEPOIS, TEDDY RINER É BATIDO EM PARIS

BASQUETE FEMININO FORA DA OLIMPÍADA, ALGO QUE NÃO ACONTECIA DESDE 1992
9 de fevereiro de 2020
MAIS UM EMPATE SOFRIDO DO SPORT, AGORA DIANTE DO DECISÃO PELO PERNAMBUCANO
9 de fevereiro de 2020

154 VITÓRIAS CONSECUTIVAS E QUASE 10 ANOS DEPOIS, TEDDY RINER É BATIDO EM PARIS

Foto: AFP

O “bom dia” do domingo foi a derroda do gigante Teddy Riner no Grand Slam de Judô em Paris para o japonês Kokoro Kageura. Um resultado inacreditável e surpreendente, embora alguns jornalistas franceses já previam algo de perigoso pela sua participação no torneio. O Le Parisien de ontem foi expresso no “risco”.

Aconteceu! Foram quase 10 anos, a última derrota havia sido em 13 de setembro de 2010. Riner fazia sua terceira luta no Grand Slam de Paris, depois de bater o húngaro Richard Sipocz por ippon na primeira luta, veio Stephan Hegyi, da Áustria, novo ippon. Na terceira luta, o japonês Kokoro Kageura luta duríssima e empatada no tempo normal. No chamado golden score, a prorrogação, Kageura evitou um golpe de Riner, levando-o para o chão, recebeu o waza-ari dos árbitros e venceu a disputa.

Enquanto o japonês comemorava muito, um silêncio e um ar de descrédito nas quase 20 mil pessoas que assistiam na Accorhotels Arena.

Teddy Riner é o único judoca peso pesado (homem ou mulher) da história a ser duas vezes campeão olímpico. Some-se a isso 10 medalhas de ouro em Mundiais. As 154 vitórias consecutivas eram o maior número corrente no esporte mundial, mas não é o maior da história do judô. O japonês Yasuhiro Yamashita é quem detém este feito onde nas décadas de 70 e 80 acumulou 203 vitórias consecutivas.

 

Fonte: Globoesporte.com – Postado às 17:31

Sérgio Leandro
Sérgio Leandro
Administrador de Empresas, especialista em Gestão de Recursos Humanos, Instrutor de cursos na área de Recursos Humanos e Departamento de Pessoal, atuando como Gerente de RH de uma Empresa de Médio Porte. Estudioso em futebol association e idealizador do Bolão Bola na Trave.